[Resenha] Fingindo - @Novo_Conceito

26 maio 2015
Nome: Fingindo
Autor(a): Cora Carmack
Páginas: 336
ISBN: 9788581636665
Editora: Novo Conceito
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Saraiva, Submarino


Por quanto tempo você consegue prender alguém? 
Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la.
Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim.Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado.
Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida.Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.


O livro caiu no meu colo e eu peguei, simples assim. Às vezes as coisas mais simples tem mais significado que coisas elaboradas e complicadas.

"Fingindo" é o segundo volume da série "Losing It" da Cora Carmack, o primeiro livro, "Perdendo-me", conta a história de Bliss e Garrick, e o Cade, mais uma pessoa que está na friendzone. Aquela história padrão: amigo que queria ser mais que um amigo, mas só era visto como amigo mesmo, quase irmão.

Achei "Perdendo-me" muito parecido com os romances de banca que estou acostumada a ler, e "Fingindo" segue essa mesma linha. Isso não quer dizer que eles não sejam bons, eles são gostosinhos para passar o tempo, mas só isso. (Não que todos os romances de banca sejam livros só para passar o tempo, existem histórias maravilhosas no meio do mundaréu desses romances).

Em "Fingindo", Cade ainda está tentando superar Bliss. Mas ele não está tendo um bom resultado com isso, principalmente por estar mega perto dela constantemente e vendo sua felicidade com outro homem em primeira mão, já que o destino é mega sacana e eles estão vivendo na mesma cidade. E pior, a garota vai se casar. A friendzone não tem limites quando se trata de acabar com um coração já espezinhado.


Enquanto isso, em outro canto da cidade, conhecemos a maluquinha Max, Mackenzie se você não quiser ser amigo dela. Ela é cantora, garçonete, trabalha em um estúdio de tatuagem, e cheia de tatuagem, seu cabelo já teve várias cores diferentes... bem aloprada mesmo. E tudo ok para ela, se não fosse pelos seus pais, que odeiam o modo de vida dela e nunca vão aprovar o namorado irresponsável que ela arranjou.

Mas mesmo sacana, a vida também nos sorrir às vezes, e porque não sorri de volta? (sim, citei uma música rs)

Num dia que seria um dia qualquer, os pais da Max resolvem visita-la e a avisam quando já estavam na cidade, agora ela tem que arrumar um namorado “decente” para apresentar aos pais em menos de 10 minutos, e é assim que a vida dela e de Cade vão ser cruzar, de uma maneira maravilhosa. Mesmo se eles não ficassem juntos (isso não é spoiler, em Click-Lit os mocinhos sempre ficam juntos) o fato deles terem se conhecido já mudaria a vida dos dois para melhor.


Max avista Cade no café em que os dois estão, e implora para que ele finja ser seu namorado por uns instantes, até que ela consiga se livrar de seus pais. Ele concorda, com a condição de que ela tenha um encontro com ele. Para Cade que já estava cansado de ser o bom moço, esse é o momento perfeito para ele mostrar que pode ser como os outros. Só que os planos de Max não vão dar nada certo, seus pais ficam encantados com Cade e convidam os dois para passarem com eles, o Dia de Ação de Graças. Cade não encontra um jeito de recusar e assim eles entram numa bola de neve que parece nunca deixar de crescer.

A história é narrada por Cade e Max de maneira intercalada. E eu adorei isso porque dá para entender o porquê cada um age do jeito que agi. Que o comportamento deles não é por acaso, cada um tem uma história, é preciso parar para ouvi-las. É super legal vê como os protagonistas se escutam, se ajudam, se abrem um para o outro, e crescerem como pessoa durante os dias que ficam juntos.

O livro tem tretas familiares, sedução, e muitas mentiras rs, mas é rápido e fácil de ler. Agora que vale a pena se você está querendo passar o tempo e se curar de um ressaca literária.



Esse livro foi uma cortesia da editora.



8 comentários:

  1. Que capa bonitinha.

    Mas enfim, vamos ao livro. Infelizmente não curto muito romance de banca e fiquei com um pé atrás quando você falou que o livro te lembrou esse tipo de romance.

    MAAAS, ultimamente ando precisando me curar de uma ressaca literária sim e talvez o livro seja uma boa pedida =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elder esse é o tipo de livro de fds, aimda mais um fds de frio. É gostosinho. Falei q lembra romances de banca pq a história é simples, o não existe muita coisa antes do romance.

      Excluir
  2. Esse livro é o tipo de livro que eu deixaria passar batido em uma livraria, e apesar de não curtir tanto o gênero, confesso que fiquei muito curiosa para ler. A história parece ser bem engraçada e é uma ótima opção para passar o tempo, estou cheio de livro 'pesados' na estante acho que seria ótimo ter algum como esse para variar.
    Abraços,
    Duda - www.mylittlewonderland.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb deixaria passar batido, aimda bem que caiu nas minhas mãos.
      Realmente, é uma leitura leve pra dá um respirada entre os livros mais densos.

      Excluir
  3. Olá!!!

    Ainda não li essa série, mas gostei da resenha. Acho que é uma boa leitura para um final de semana chuvoso, kkkkkk Não curto muito romance de banca, mas as vezes leio alguns livros que são parecidos.
    As capas dessa série estão muito lindas!

    Bjs

    www.cladassombras.blogspot.com.br - Participe do nosso top comentarista de junho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosangela, isso mesmo. E como eu disse, não é romance de banca, mas lembra um pouco.

      Excluir
  4. Olá nossa eu já escutei falar tão bem da Cora mas nunca li nada dela, esse livro já estava me chamando a atenção há algum tempo, ler a sua resenha me tirou algumas dúvidas que eu tinha, sem dúvida é um livro que quero ler ainda esse ano.

    http://vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie!! Tudo bem?

    Conhecia o primeiro livro de resenhas de outros blogs já que muita gente leu e gostou inclusive. Com sua resenha de fingindo, achei que a autora até evoluiu na história e na escrita. Que bom que gostou! Não faz meu tipo de livro o gênero New Adult mas eu leria, como qualquer livro! Adoro desafios. Acredito que Perdendo-me e Fingindo são boas leituras.

    Beijo!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!