Destaques

novidades por e-mail

14 janeiro 2019

[Resenha] A Assombração da casa da Colina - @Suma_BR

Nome: A Assombração da casa da colina
Autor(a): Shirley Jackson
Páginas: 240
ISBN: 9788556510631
Editora: Suma
Ano de lançamento: 2018
Comprar: Amazon

Considerada uma das melhores histórias de terror do século XX, a A Assombração da Casa da Colina promete calafrios aos seus leitores. Vista por mestres como Stephen King e Neil Gaiman como a rainha do terror, Shirley Jackson entrega um livro perturbador sobre a relação entre a loucura e o sobrenatural.
Sozinha no mundo, Eleanor fica encantada ao receber uma carta do dr. Montague convidando-a para passar um tempo na Casa da Colina, um local conhecido por suas manifestações fantasmagóricas. O mesmo convite é feito a Theodora, uma alma artística e “sensitiva”, e a Luke, o herdeiro da mansão.
Mas o que começa como uma exploração bem-humorada de um mito inocente se transforma em uma viagem para os piores pesadelos de seus moradores. Com o tempo, fica cada vez mais claro que a vida, e a sanidade, de todos está em risco.(SKOOB)

"A assombração da casa da colina" é um livro que há muito tempo conhecia, porém, nunca tive muita curiosidade para ler. Mas, depois que a Netflix lançou a série e eu descobri que ela era baseada no livro da Shirley Jackson, o negocio mudou da água para o vinho.

No entanto, já vou adiantando que a série não é muito fiel. Pois bem, a história do livro é bem tipica desses filmes de terror estrangeiro, uma mansão abandonada que fica afastada da cidade onde coisas estranhas acontecem a noite. Porém, o diferencial disso, é como a autora construiu os fatos e foi desenvolvendo o enredo.


O livro é narrado em terceira pessoa, nele vamos conhecer o Dr. Montague, um investigador de manifestações sobrenaturais e seu próximo estudo será a Casa da Colina, que pertenceu a família Crain. Ele acredita piamente que existe algo na casa e que encontrará provas disso, sendo assim, ele resolve aluga-la e convida um grupo de pessoas que já tiveram contato com algo sobrenatural em algum momento de suas vidas, para viver essa experiencia com ele. Tudo como forma de estudo.

Esse grupo é composto por Eleanor, Theodora, Luke Sanderson, ele é herdeiro da Casa da Colina, está colocando os pés pela primeira vez lá, e claro, pelo próprio Dr. Montague. Além deles há também os caseiros, Sr e Sra Dudley, que em hipotese alguma ficam na casa quando anoitece.

A primeira da casa a chegar é Eleanor, uma mulher que cuidou da mãe por anos e a perdeu recentemente. Todos ficam muito amigos assim que se conhecem. Após isso, o Dr. Montague conta porque chamou eles ali e a história da casa, que aliás, é bastante triste e trágica, por sinal. Ao mesmo tempo que algumas manifestações começam a surgir.

"Nenhum organismo vivo pode existir muito tempo com sanidade sob condições de realidade absoluta..."

Como fã do gênero e por já ter lido outros livros com uma temática parecida, devo dizer que "A Assombração da Casa da Colina" é um livro bem tranquilo em questão de terror. Entretanto, confesso que a leitura deste foi meio angustiante, a cada página, a cada capitulo.

Esse foi o meu primeiro contato com Shirley Jackson e eu adorei a escrita da autora! Estou muito curiosa para conhecer outras obras dela e tenho certeza de que irei gostar muito.


Para quem não sabe, existem outras adaptações do livro, um delas bem popular que assisti há anos atras e pouco antes de escrever essa resenha, "A Casa Amaldiçoada" (1999), que também não é lá muito fiel, mas é um bom filme e "The Hauting" ou "A Casa Maldita" (1963), que estou feito louca procurando para assistir. Ou seja, trata-se de um livro clássico aqui, rs.


Por fim, só tenho a dizer que gostei muito do livro, fazia tempo que não lia um livro de terror tão bom, que me prendesse até a última página. Agora, estou bem curiosa  para ver a série, será que tenho coragem e aguento assistir até o final? rs


Shirley Jackson (1916-1965) é considerada uma das mais influentes escritoras norte-americanas. Herdeira da grande tradição do gótico americano, iniciada com Edgar Allan Poe, teve uma vida curta – tal como Flannery O’Connor, outra das grandes escritoras da sua geração –, mas foi uma autora prolífera. Obteve imediato sucesso e fama com a publicação, em 1948, do conto “The Lottery”, que na época dividiu opiniões e suscitou acesas polémicas. Ao todo escreveu mais de 55 contos, que foram sendo reunidos em variados volumes, o último deles póstumo: “Come Along With Me” (1968). Da sua obra, destacam-se ainda as crónicas familiares “Life among the Savages” (1953) e “Raising Demons” (1957); e os seus romances “The Sundail” (1958), “The Haunting of Hill House” (1959) – alvo de uma recente adaptação cinematográfica, e este «Sempre vivemos no castelo» (1962). Os livros de Shirley Jackson receberam inúmeras distinções e prémios e estão amplamente divulgados nas principais línguas. Em Portugal a sua obra era ainda inédita.

Beijos!

12 janeiro 2019

Um pouco da minha experiência participando de um Clube do Livro

Hey there!
Quem aqui já participou de um Clube do Livro levanta a mão! Há uns meses atrás, um amigo de uma amiga teve a ideia de um projeto muito legal, que quando soube, a vontade de participar dos grupos foi bem tentadora. O "Saia da Rotina", que é basicamente para pessoas que geralmente não tem companhia para sair ou pessoas que queiram conhecer gente nova, socializar, essas coisas.


Dentro dos pacotes do "Saia da Rotina" estava o "Clube do Livro" e eu pensei, "porque não participar?". Há muito tempo tinha vontade de fazer parte de um grupo de leituras coletivas, onde no final da leitura conversaríamos sobre o livro, levantar pontos positivos, negativos sobre o livro e debater sobre o exemplar escolhido.

E preciso dizer, foi uma das melhores coisas que fiz ano passado, pois conheci pessoas fantásticas, fiz amizades que quero levar pra vida, participei de eventos que eram do outro lado da cidade, conheci lugares novos e sem contar que conversar sobre livros, séries e filmes é bom demais!

Nossos encontros geralmente acontecem de dois em dois meses, nós cada membro sugere um livro e acontece uma votação, as vezes a pessoa que sugeriu o livro que foi escolhido acaba sendo o novo mediador e assim vai. É bastante divertido, devo dizer.


No entanto, já participei de outros, que não tiveram lá tanto sucesso, acho que o segredo está na quantidade de pessoas, comprometimento e claro, você estar disposto a ler o que a maioria vota (vamos nos abrir a novos tipos de leituras aqui minha gente, rs).

Enfim, esse post é basicamente para interagir com vocês e deixar a ideia de participar de um clube do livro, claro!

Beijos!

10 janeiro 2019

Os melhores filmes que assisti em 2018


Oi gente! Tudo bem?
Ainda no clima de melhores e piores de 2018, venho aqui para falar dos melhores filmes que assisti ano passado. Não foram tantos quanto queria, acreditem, coloquei um desafio de assistir 100 filmes, porém só consegui metade, entre os muitos repetidos, rs. Mas vamos parar de enrolar e ir ao que interessa!

It - Uma obra-prima do medo


"It" foi um  dos primeiros filmes que assisti em 2018, confesso que estava enrolando há muito tempo para isso, mas depois que assisti a nova versão, fiquei curiosa para conhecer a primeira, mas gente, 3 horas de filme!

Sinopse: Derry, no Maine, é uma pacata cidade que foi aterrorizada 30 anos atrás por um ser conhecido como 'A Coisa', que se apresentava na forma de um sinistro palhaço chamado Pennywise e matava crianças. 30 anos depois, Pennywise reaparece. Quem sente sua presença é Michael Hanlon, um bibliotecário e único de um grupo de sete amigos que continuou morando em Derry. Logo, ele liga para Richard Tozier, Eddie Kaspbrak, Stanley Uris, Beverly Marsh Rogan, Ben Hanscom e William Denbrough, pois todos os sete, quando crianças, viram 'A Coisa' e juraram combatê-la caso surgisse outra vez. Este juramento pode custar suas vidas.

© Imaginação Literária • Resenhas, novidades e muito mais! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in