[Resenha] Para Sempre Minha - @editoraarqueiro

23 fevereiro 2017
Nome: Para Sempre Minha
Série: Rosemary Beach Livro 9
Autor(a): Abi Glines
Páginas: 206
ISBN: 9788580415773
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2016
Comprar: Saraiva, Americanas

Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria.
Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar.
No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la.
Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão. 

Abbi Glines já lançou tanto livro dessa série que confesso que perdi as contas. E "Para Sempre Minha" é um livro unico dentro das series de Rosemary Beach (sim, existem várias). Nele vamos conhecer a história de dois personagens muito queridos, Bethy e Tripp.

Nós conhecemos ambos nos livros anteriores da série. Que aliás é importante que sejam lidos em ordem para nao correr o risco de pegar nenhum spoiler.

Preciso dizer que estava muito ansiosa para ler esse livro, ao mesmo tempo que estava com certo receio, principalmente por não saber ao certo o que esperar. Nós conhecemos Bethy no primeiro livro da série, "Paixão Sem Limites", ela se torna a melhor amiga de Blaire e conforme vamos avançando na história, ela vai conquistando aos poucos o leitor. No entanto, somente nesse livro vamos conhece-la de verdade.


Bethy e Tripp se apaixonaram perdidamente quando eram adolescentes, ela tinha apenas 16 anos, ele 18 anos e tentava lidar com a pressão de seus pais com relação a faculdade e as coisas que sempre sonharam para ele. Isso e mais algumas questões acabou distanciando esses dois.

Com o passar dos anos, oito anos para ser mais específica, Bethy seguiu com sua vida, que era basicamente sair, beber e ficar com desconhecidos, isso até conhecer Jace, primo de Tripp e se apaixonar por ele.

Eles foram felizes demais juntos e por ter me apegado ao personagem, sua morte abalou totalmente meu sentimental, mas isso foi melhorando com a volta de Tripp, já imaginava que a autora escreveria um livro para ele, só não imaginava como seria e nem quando.


Depois que saiu de casa, Tripp vivia em vários lugares diferentes, como se estivesse fugindo de algo que ao mesmo tempo não existia ou talvez fosse ele mesmo. Sua volta para Rosemary Beach foi uma surpresa e tanto para as pessoas ao seu redor, principalmente Bethy. Ele voltou decidido a reconquistar seu antigo amor.

O problema é que Bethy não é mais a mesma, ela sofre pensando em seu passado e não se acha digna de amar novamente. Para piorar as coisas, o destino resolve agir e colocar os dois em uma Ilha por uns dias para o casamento de Woods e Della, love is in the air.

"Eu precisava sair de cena e deixar que ela encontrasse a vida que desejava. Jamais faria parte daquela vida. Mas como poderia aceitar isso? Eu queria ter um futuro com Bethy. Queria ser o responsável por fazê-la sorrir. Quanto mais eu poderia pressioná-la? Encontrar uma maneira de deixá-la seguir em frente e se curar sem mim era como arrancar meu coração e deixá-lo no chão. Ela queria se curar. Ela só não queria resolver isso comigo."

Uma característica comum nos livros da Abbi é que seus personagens trazem muitos problemas, seja com os pais ou com si próprios e uma das coisas que mais gosto é a forma com que ela desenvolve a história e consegue resolver tudo de forma de que faça sentido.


Antes de ler esse livro, li muitos comentários de pessoas que acharam que a autora acabou com a história, por ter ficado muito forçada e umas coisinhas mais. Eu porém tenho que discordar, uma história se encaixa na outra e no final tudo teve sentido.

Embora seja um livro curto para ter tanta coisa, foi o suficiente para conhecer a história dos personagens e a autora não deixou nada a desejar.

"Para Sempre Minha", é narrado em primeira pessoa e as visões dos personagens vão intercalando entre os capítulos, o que particularmente não gosto muito se os capítulos forem curtos. A escrita de Abbi é maravilhosa, tem seu próprio ritmo e é bastante fluída.

Definitivamente esse é um dos meus livros favoritos da série, um dos poucos em que os personagens realmente me conquistaram. "Para Sempre Minha" é um ótimo livro para quem está procurando uma leitura rápida e ao mesmo tempo romântica, perfeita para uma tarde de domingo ensolarada.


Esse livro foi uma cortesia da editora.

beijos!

9 comentários:

  1. Apesar de não ser o meu estilo favorito de leitura, é sempre curioso e tentador ver alguém elogiando livros de séries tão extensas assim. Ainda mais quando é dito na resenha (que por acaso, é ótima!), que o final faz sentido. Essa série deve ter sido um achado, não é? hahaha
    Adorei o blog! Beijos.

    ResponderExcluir
  2. OOi Fernanda, Adorei a resenha, muito bem desenvolvida! tenho que admitir que sou louca nessas capas ahahah <3 ainda não tive a oportunidade de ler a série, mas assim que der, farei!
    Beijos e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  3. Hey, Fernanda!

    Eu vejo muita gente amando e recomendando essa série, mas eu, sinceramente, não tenho vontade de ler, não. Ainda mais por serem tantos livros, me dá uma certa preguiça, confesso... rsrs. Mas pra quem gosta desse estilo de livro, tenho certeza de que cada um deles é um deleite para os leitores.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Gente que resenha maravilhosa parabéns!
    Eu amo os livros da Abbi e amo essa serie. Esse também é um dos meus favoritos junto com o da Emilly e do Kiro. A história da Beth e do Tripp é linda. Eu amei cada minuto da leitura e reli várias vezes. Leitura super recomendada.

    ResponderExcluir
  5. Oie
    não tenho vontade conhecer a escrita da autora ou a série, é um gênero que não me agrada e sempre que arrisco acaba me decepcionando mas legal a dica para os fãs da autora ou do gênero

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Fernanda,
    Adorei sua resenha pois você disse tudo sobre o livro, sem dar spoilers. Já ouvi falar muito bem da autora Abbi Glines, mas nunca tive contato com os livros dela pois não sou muito chegada a romances. Mesmo assim anotarei a dica e vou indicar para amigas que gostam do gênero.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  7. Como vai?
    Sinceramente não me interesso muito pela série, acho ela bem clichê na questão do romance =/ não me animo.

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    Eu acho a série linda na parte gráfica, até comecei a colecionar, mas depois me decepcionei um pouco com a trama e seus personagens muito estereotipados! Não é meu tipo perfeito de romance, mas ainda assim pretendo ler todos!

    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Nossa, não sabia que existiam livros únicos dentro dessa saga enorme! A verdade é que não me interesso em ler, sou neurótica e ia querer ler tudo e em ordem para evitar os spoilers, e mas o número de livros nessas séries dentro da saga me desanimou bastante. Fico feliz que tenha gostado do livro!

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!