[Resenha] Perdido Em Marte - @EditoraArqueiro

28 janeiro 2016
Nome: Perdido em Marte
Autor(a): Andy Weir
Páginas: 336
ISBN: 9788580414486
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Submarino, Americanas, Saraiva, Livraria Cultura


Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável , ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

As missões da NASA chamadas de Ares são responsáveis por explorar Marte, o nosso protagonista, Mark Watney é um dos astronautas da terceira edição de Ares (Ares 3), mas por alguns problemas técnicos, a missão teve que ser abortada quando já estavam há 6 Sols (aproximadamente 6 dias) no Planeta Vermelho, mas no meio disso tudo, Mark acaba sofrendo um acidente, fazendo com que seus companheiros de viagem, acreditassem que ele estivesse morto, e como recomendado, não voltaram para buscar o corpo, pois não tinham mais tempo, e também para evitar espaço e diminuir as chances de riscos na volta para a Terra.

Mas acontece que Mark sobreviveu ao acidente, e agora não tem como voltar para casa, sem nenhum transporte, o que resta para ele é aproveitar os alimentos e a água deixados em Marte para conseguir viver até quando seu corpo e os suplementos aguentarem. Porém Watney quer voltar para casa vivo... E ele vai fazer de tudo para conseguir plantar batatas em Marte, tentar criar água potável, e conseguir que seus dias se estendam até os astronautas da missão Ares 4 cheguem.


Quando os empregados da NASA descobrem que Mark está vivo, vão monitorá-lo 24 horas (ou quase isso) por dia, vendo o que vai faltar para ele até quando chegar a hora de resgatá-lo, todos os problemas que ele terá no planeta vermelho, o ajudando a resolver e tudo mais, porém é claro que muitos imprevistos irão acontecer.

Em um primeiro momento, temos apenas os Diários de Bordo de Mark, onde ele contará da maneira mais cômica possível, o seu dia-a-dia em Marte, como vai fazer para solucionar os problemas de uma forma muito positiva, que me dá nos nervos, porque se eu estivesse no lugar dele já estaria enlouquecendo. Mas isso é de certa forma, bom e muito engraçado em certas partes.


Em alternância com os Diários de Bordo, temos uma narrativa em 3ª pessoa, onde vamos acompanhar a NASA e suas tentativas de ajudar Mark daqui da Terra, por alguns meios de comunicações não confiáveis. E é aí que temos um problema, a leitura começa a se tornar cansativa quando chega nestas partes, pois, ela é repleta de termos técnicos, que fica difícil lembrar toda hora o que cada um significa.

Mas o livro em si é muito bem escrito, com uma narrativa muito boa, personagens bem desenvolvidos, fluído e muito engraçado, eu o li e ouvi em inglês e o narrador do audiobook dá um tom mais expressivo para a história, então se você lê em inglês, leia "Perdido em Marte" (The Martian) acompanhando o audiobook, será uma experiência incrível.


Sobre os personagens, eu senti que nenhum deles foi desnecessário, sabe aqueles que estão lá só para “encher linguiça”? Então, Andy Weir não colocou isso na sua trama, cada personagem tem o seu papel na história. E isso que dá uns pontos a mais para o livro.

Vale lembrar também, que o filme com o mesmo nome baseado na obra de Andy Weir, já estreou ano passado aqui no Brasil, eu ainda não assisti, mas vi comentários muito legais sobre. Se eu não estiver enganado está até concorrendo ao Oscar.


Se você gosta de Ficção Científica, ou quer começar a ler este gênero, leia "Perdido em Marte", que você não vai se arrepender, é uma leitura rápida, boa, desenvolvida, e que vai te fazer se interessar mais ainda pelo gênero. Lembrando que ele só não foi favoritado, pelo excesso de termos técnicos em partes da história, mas acredito que 5 estrelas também te convença a ler o livro. Um grande abraço e até mais!


Esse livro foi uma cortesia da editora.

9 comentários:

  1. Oi Jorge!
    Vi o filme baseado neste livro há uns dias atrás e achei incrivel! Fiquei muito curiosa para ler o livro depois disso, e sua resenha contribui um pouco mais para isso. Pelo que você falou o filme não fugiu muito ao livro, mas deve ser muito mais interessante ver toda a história narrada por Mark. Adorei saber que a parte que fala sobre ele é narrada em primeira pessoa. Espero muito poder ler em breve o livro.
    Beijos
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oiiii
    Tudo bem?
    Eu ainda não assisti o filme, porque quero ver se leio o livro primeiro, mas acho que não irei resistir hahahahahaha
    Adorei saber que é em primeira pessoa, muitas das vezes prefiro assim a escrita.
    Beijinhos
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Esses dias eu quase baixei o filme, deixei tudo na lista e tal, mas agora não sei.... Acho que vou ler primeiro.
    Só de ler sua resenha já fico me imaginando no lugar do personagem e sinto uma aflição. Imagina vc sozinho em um planeta completamente desconhecido e com os dias contados hahahahaahaa
    Preciso ler o livro.
    Adorei sua resenha

    ResponderExcluir
  4. Tenho me interessado muito pela ficção científica nos últimos meses e ainda não li o livro, mas assisti ao filme e fiquei simplesmente encantada com tudo. Quero muito fazer essa leitura o quanto antes e espero não me decepcionar com a história, já que me surpreendi tanto como filme.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oie,

    Eu assisti ao filme e amei, e tenho certeza de que vou gostar do filme! É a primeira resenha com fotos do livro que eu vejo e a diagramação parece ser incrível, divididas no diário, parece ser muito bom de ler! Amo os livros da Arqueiro. Só estou preocupada com esses termos científicos, tirando isso, tenho certeza de que vou gostar da leitura.

    Bjs
    Mayla

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Este livro é realmente muito interessante. Está ficando cada vez mais "normal" lançamento de livros e filmes e a possibilidade de avaliar qual versão ficou melhor. A atuação do Matt Damon no filme nos dá mais vontade ainda de conhecer o livro. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Confesso que não sou muito fã de ficcão. Porém este livro tem despertado meu interesse há algum tempo, e o filme também, mas quero ler primeiro.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu lembro do lançamento desse livro, mas confesso que não é bem o que eu quero ler. Eu acho que o enredo não me atraiu muito,tanto que eu nem me interessei pela adaptação dele.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!