[Resenha] Uma vez na vida - @UnicaEditora

11 novembro 2015
Nome: Uma vez na vida
Autor(a): Marianne Kavanagh
Páginas: 288
ISBN: 9788567028194
Editora: Única
Ano de lançamento: 2014
Comprar: Livraria Cultura, Saraiva

Uma história de amor, encontros e.... desencontros!
Conheça Tess. Obcecada por roupas vintage, ela está sempre enrolada no emprego que detesta e em dúvida sobre seu namorado bonitão Dominic, que conheceu na universidade. Morando em um adorável apartamento com sua melhor amiga, Kirsty, ela poderia se considerar uma pessoa de sorte. Mas se sua vida é tão perfeita, por que ela se desfaz em lágrimas toda vez que pensa no futuro?
Conheça George. Um músico brilhante que divide seu tempo entre brigar com os companheiros de sua banda de jazz e se preocupar com o pai doente. Mas ele sabe que a vida não é só isso. Deve haver mais alguma coisa. Algo especial.
Tess e George são duas partes de um todo, almas gêmeas. Para a sorte deles, seus amigos em comum sabem que eles são feitos um para o outro. O problema é que eles não se conhecem e, sempre que a oportunidade aparece, a vida chacoalha os dois para longe.
E agora? Se todos têm uma alma gêmea, como o destino faz para uni-los?
Acompanhe a história divertida e apaixonante de Tess e George durante uma década de encontros malsucedidos, frustrações românticas e uma dúzia de recomeços. Uma vez na vida é uma comédia romântica moderna e inteligente sobre amizade, destino e oportunidades perdidas e reconquistadas!

"Uma vez na vida" é um livro que estava bastante ansiosa para ler, desde que soube de seu lançamento, mas ao mesmo tempo hesitante por já ter lido muitas resenhas que não falavam tão bem do livro assim e isso me deixou sem saber o que esperar.

Tess vive uma vida tranquila, sem pensar muito no futuro, vai levando da forma que quer e faz o que bem entende. Ela namora Dominic, um dos seus relacionamentos mais longos. Os dois tem uma relação meio morna nada muito romântico, mas ambos se dão bem. A não ser por sua melhor amiga que odeia seu namorado e acha que ele não serve para ela.


George é músico, ama tocar com sua banda e espera ansiosamente pelo dia em que farão algum sucesso, afim de que eles possam viver apenas daquilo que amam fazer. Porém enquanto isso não acontece ele se sustenta apenas com seus trabalhos temporários, os famosos bicos.

George e Tess são almas gêmeas e desde o inicio isso nos é apresentado no livro. Eles tem muito amigos em comum, no entanto, não se conhecem. Sempre tem algo que os afasta quando eles estão próximos de serem apresentados. E mesmo o destino trabalhando para juntar esses dois, está bem complicado.


O livro possui uma narrativa bastante fluida e toda a história é contada em terceira pessoa mudando os pontos de vista para podermos entender melhor tudo o que se passa, mas diferente das narrativas comuns, a história é contada com o passar dos anos (a trama me lembrou muito a do livro "Um dia" de David Nichols). Contudo com os protagonistas nunca se encontrando, confesso que por vezes isso foi frustante para mim, dando a impressão de que a autora estava enrolando para as coisas finalmente acontecerem. E quando acontece... É coisa mais linda.


A capa é bastante diferente da original e eu particularmente gostei mais desta, acho que combina com a história e o contraste das cores chama bastante atenção, com certeza seria um livro que ficaria curiosa para ler se visse em uma livraria.


Eu adorei os protagonistas, tiveram a personalidade bem construída e as cenas de quase encontro são as melhores, apesar de muito prolongadas. Uma coisa que posso falar que me incomodou um pouco, foi a forma com que os diálogos foram construídos na diagramação, estando eles sempre entre aspas (" "). 

No mais "Uma vez na vida" é um livro ótimo, um romance sensível e delicado, perfeito para ser lido em um fim de tarde, capaz de encantar qualquer leitor.


Esse livro foi uma cortesia da editora.

Um comentário:

  1. Já tinha visto a capa do livro e achei linda, mas não tinha lido nenhuma resenha. Parece ser aquele tipo de livro que você tem ressaca literária depois.

    Virando Amor

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!