[Resenha] Pela luz dos olhos seus - @editoraarqueiro

30 outubro 2013
Nome: Pela luz dos olhos seus
Autor(a): Janine Boissard
Páginas: 224
ISBN: 9788580412109
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2013
Comprar: Saraiva

Laura Vincent cresceu entre o mar e as macieiras da Normandia. Passou a adolescência à sombra da irmã mais velha. Agathe – a bela – era admirada e disputada por todos os garotos da cidade; Laura – a pequena – passava as noites em casa, lendo romances. Mas o destino preparou uma surpresa para Laura. Trabalhando como assessora de imprensa de músicos, ela recebe, no dia seguinte ao seu aniversário de 26 anos, a visita do agente de um dos tenores mais famosos do mundo. Ela é requisitada para ser guia dele e seu chefe não deixa margem para discussão.
Rico e bem-sucedido, Claudio Roman viaja pelo mundo emocionando plateias com sua voz. Fã de banquetes, bebedeiras e belas mulheres, ele parece ter tudo o que quer, porém seu comportamento esconde a amargura de nunca poder interpretar Alfredo, em La Traviata, por causa de um ataque criminoso que lhe custou a visão.
Laura está preparada para lidar com um homem difícil e arrogante, mas, assim que ouve Claudio cantar pela primeira vez, ele toca seu coração. Aos poucos, mais do que sua guia, ela se torna também a confidente das noites sombrias de angústia.
Como ela nunca lhe pede nada em troca de seu apoio, Claudio promete lhe dar qualquer coisa. No momento certo, ela cobra a promessa: quer que o cantor se submeta a um transplante de córnea capaz de lhe restituir a visão de um dos olhos.
Apaixonada e convencida de que Claudio não precisará mais dela quando voltar a enxergar, Laura vai embora sem se despedir e sem dar a ele a oportunidade de vê-la. Será que Claudio saberá lidar com essa decisão? Ou ele vai enfim perceber que sempre lhe faltou o alimento mais essencial à vida: o amor?
Uma história de amor pura e singela. "Pela luz dos olhos seus" nos apresenta Laura Vincent uma mulher de 26 anos que desde criança sofreu com as comparações que eram feitas entre ela e a irmã mais velha considerada por todos, mais bonita, mais alta, e com uma vida perfeita. Então para fugir dessa comparação, Laura decide se mudar para Paris, e lá trabalha como assessora de imprensa de músicos, e todos gostam muito dela por sua competência trabalho.

Logo após comemorar seu aniversário de 26 anos, Laura recebe a proposta de trabalhar  como guia de um dos maiores tenores do mundo. Claudio é rico, famoso, bem-sucedido, conhecido no mundo inteiro pela sua voz única, que emociona qualquer um em seus shows. Porém, Claudio também é conhecido por sua grosseria e insensibilidade, fazendo sempre com o que prevaleça a sua vontade. 
Claudio é uma alma atormentada, sua dor e sofrimento faz com que nos apaixonemos logo por ele (pelo menos foi isso que aconteceu comigo, rs), uma criatura incompreendida.

E mesmo sabendo dos riscos, Laura acaba se apaixonando por Claudio, e embora esse sentimento seja forte, ela nunca deixa ele transparecer, e aos poucos vai conhecendo o homem por trás do grande tenor.

"(…) O silêncio se instalara, o recital começou.
Eu não ousara confessar a David May que não conhecia a voz do grande tenor. Descobrindo-a naquela noite, ao mesmo tempo escura e colorida, sombra e luz, disse a mim mesma que não havia instrumento mais perfeito, mais emocionante que duas cordas vocais em contato direto com a alma.
Ele cantou a serenidade.
Cantou a ferida.
Enxerguei com clareza dentro de mim.
Essa brusca mudança em minha vida, essa impressão de me perder, essa vertigem… E também, em seu quarto, aquela fraqueza enquanto ele explorava meu rosto… Sua voz, ora terna e ardente, ora dolorida e revoltada, me fez compreender tudo aquilo.
Eu ia amar aquele homem. Já o amava.”

A história em contada em três partes, a primeira narrada por Laura a segunda por Claudio e a terceira por ambos. O livro é pequeno e de leitura rápida que flui facilmente. Escrito de forma bem delicada, Janine consegue nos prender do inicio ao fim de sua história (eu acabei o livro em dois dias) é como eu disse no começo, uma história de amor pura e singela.



2 comentários:

  1. Só tenho lido resenhas positivas deste livro que me conquistou pelo título. Espero ler em breve.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é um livro muito bom mesmo, tenho certeza de que quando for ler não irá se arrepender :)

      Excluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!