Falando de Filmes #7

02 maio 2012


Olá! Hoje venho aqui para falar de um filme que há tempinho estava querendo assistir. E aproveitando o feriado (e esse frio) corri na locadora para ver se o filme estava lá. Enfim, consegui alugar o filme :D
Vamos lá?



Ted Narracot (Peter Mullan) é um camponês destemido e ex-herói de guerra. Com problemas de saúde e bebedeiras, batalha junto com a esposa Rose (Emily Watson) e o filho Albert (Jeremy Irvine) para sobreviver numa fazenda alugada, propriedade de um milionário sem escrúpulos (David Tewlis). Cansado da arrogância do senhorio, decide enfrentá-lo em um leilão e acaba comprando um cavalo inadequado para os serviços de aragem nas suas terras. O que ele não sabia era que seu filho estabeleceria com o animal um conexão jamais imaginada. Batizado de Joey pelo jovem, os dois começam seus treinamentos e desenvolvem aptidões, mas a 1ª Guerra Mundial chegou e a cavalaria britânica o leva embora, sem que Albert possa se alistar por não ter idade suficiente. Já nos campos de batalha e durante anos, Joey mostra toda a sua força e determinação, passando por diversas situações de perigo e donos diferentes, mas o destino reservava para ele um final surpreendente.

Cavalo de Guerra começa com a notável amizade entre um cavalo chamado Joey e um jovem chamado Albert, que o domestica e o treina. Quando eles são forçados a se separar, o filme acompanha a extraordinária jornada do cavalo, seguindo seus passos pela guerra, alterando e inspirando a vida daqueles que encontra – a cavalaria britânica, os soldados alemães, e um fazendeiro francês e sua neta, – antes que a história atinja o clímax emocional no coração da Terra de Ninguém. A Primeira Guerra Mundial é vivida através da jornada desse cavalo – uma odisseia de alegria e sofrimento, amizade profunda e muitas aventuras. Cavalo de Guerra é uma das grandes histórias de amizade e guerra – um livro de sucesso, e foi transformado em uma peça de enorme sucesso internacional que está na Broadway. E agora chega às telas em uma adaptação épica de um dos maiores diretores da história.




3 comentários:

  1. Oie meninas!
    Esse é um filme que me chamou atenção no tempo do Oscar, mas até hoje não pude ver. Não sei se o tempo ou se porque outros sempre aparecem e eu acabo colocando na frente ^^

    Adorei o post e as fotos!
    Beijos =**

    ResponderExcluir
  2. Ei, Feh! Não imagina a coincidência! Uma amiga minha falou desse filme ontem para mim, e agora eu entro e vejo o seu post... shuashaushua... Parece que preciso mesmo assistir!

    beijos,
    Inara | http://lerdormircomer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. rs
    Veja sim, é um filme lindo *-*

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!