Destaques

27 agosto 2018

[Resenha] Trilogia Travessuras da "Minha" menina má - Otávio Bravo


Nome: As Travessuras da "Minha" Menina Má • Trilogia: Livro 1,2 e 3 •Autor(a): Otávio Bravo
Editora: Chiado • Ano de lançamento: 2018 • Skoob: Livro 1 | Livro 2 | Livro 3
Páginas: 358 | 250 |558 • Comprar: Livro 1 | Livro 2 | Livro 3 | Combo com a trilogia completa

Na primeira parte do seu relato, antes da entrada da menina má em sua vida, Victor descreve as aventuras da sua juventude, em meio ao frenético Rio de Janeiro do final dos anos 80: as descobertas da adolescência, a idolatria pelo irmão mais novo, Caíque, o primeiro amor, Marcella, as escolhas profissionais, a partida para Cambridge e as perdas terríveis que é obrigado a enfrentar. "Era um verão devastador, aquele de janeiro de 84, com o sol a chamuscar a pele dos jovens que, em férias, acorriam às praias da Zona Sul. Um vapor invisível, mas perceptível, engolia as casas - ainda havia casas naquela época - e os prédios baixos do Leblon, sufocando amendoeiras, mangueiras, figueiras, chicas, pés de jambo, cajueiros, abricós-de-macaco e espirradeiras, que se misturavam na flora plural dos cariocas (...). O Rio de Janeiro era, como sempre fora e sempre seria, a cidade fragmentada entre ricos e pobres, playboys da Zona Sul e favelados dos morros, brancos, negros, mulatos e mamelucos, todos separados e misturados ao mesmo tempo. Havia ali harmonia caótica, rompida, só bem de vez em quando, pelos episódios de opressão e violência que se tornariam bem mais comuns nas décadas seguintes."

Antes de tudo, preciso dizer que pensei em fazer três resenhas separadas contando mais detalhes dos três livros, porém, ao começar a escrever, percebi que era impossível falar de um e não mencionar o outro, então, cá estou. "Travessuras da minha menina má" foi inspirado na renomada obra de Llosa, "Travessuras da menina má".

Confesso que não conhecia a obra do autor e ao pesquisar sobre, fiquei ainda com mais vontade de ler.

O primeiro livro tem início na década de 80 e vai até 2007. Nele, nós vamos conhecer o Victor, que será nosso protagonista e vamos acompanha-lo desde sua adolescência, até sua vida adulta, seu ingresso na faculdade e tudo o mais.

O livro, assim como a obra de Llosa, tem importante contexto histórico, principalmente para quem mora no Rio de Janeiro. Eu amo a década de 80, mesmo não sendo dessa época e amei reviver algumas coisas junto com os personagens.


Uma coisa que achei muito interessante e pode ser considerado um ponto alto no livro, foi a forma com que o autor trouxe tudo para os leitores. É um livro leve de ler, com uma leitura bastante fluída.

Outro ponto que também me chamou bastante a atenção é a relação do Victor com os irmãos e a família em si.

Pulando todo esse processo de amadurecimento do personagem no primeiro livro, vamos ao segundo, que é o mais curto da trilogia e ele vai de 2007 até 2013, que é onde nós vamos acompanhar a segunda fase da vida adulta do Victor e a relação com a sua menina má.

Confesso que tive uma relação de amor e ódio com a Duda, em muitas partes do livro não conseguia entender certas atitudes da personagem, porém, tudo foi necessário para sua construção, o que o autor soube fazer muito bem.

Já o terceiro livro, que é o meu preferido, diga-se de passagem, ele vai de 2013 até 2053. Temos uma pegada um pouco futurista aqui, entretanto, nada distópica e ele traz a relação de Duda e Victor de uma forma mais completa, as idas e vindas dos personagens e um sentimento que ambos não compreendem, mas que está presente nos corações dos dois.


A trilogia "Travessuras da minha menina má" foi uma grata surpresa para mim. Me tirou da zona de conforto literária e me fez mergulhar num mundo completamente novo. Confesso que até quebrou certo preconceito que tinha em relação a literatura nacional.

É um romance de formação, com uma leitura agradável, narrado em primeira pessoa de forma bastante fluida.

Impossível para mim não fazer recomendações dessa trilogia. Uma trama complexa e intrincada, que vai prender o leitor da primeira até a última página.


Otávio Bravo é carioca, tendo sido criado e residido a maior parte de sua vida no Rio de Janeiro. Estudou Direito na UERJ e Direito Internacional Penal na Universidade de Leiden, na Holanda, onde morou por dois anos, foi advogado e atualmente é promotor de justiça.“Travessuras da 'minha' menina má” é seu primeiro romance.
Beijos! 

Comentários via Facebook

0 comentários. Comente Também!:

Postar um comentário

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!

© Imaginação Literária • Resenhas, novidades e muito mais! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in