[Resenha] O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares - @EditoraLeya

10 março 2017

Nome: O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares - Livro 1
Autor(a): Ranson Riggs
Páginas: 336
ISBN: 9788544102848
Editora: Leya
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Saraiva, Submarino, Americanas

Tudo está à espera para ser descoberto em "O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares", um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas. “Mesmo sem as fotos, esta seria uma história emocionante, mas as imagens dão um irresistível toque de mistério. A narração em primeira pessoa é autêntica, engraçada e comovente.

O avô de Jacob adorava contar histórias de sua infância para seu neto, que envolviam alguns monstros e muitas aventuras, mesmo parecendo surreal, Jacob sempre acreditou nas histórias. Até que um acidente acontece, e Jacob fica perturbado, vendo esses monstros da infância do avô, e todos achando que ele, de certa forma, enlouqueceu. Ele resolve ir ao País de Gales com seu pai, lugar onde aconteciam todas as aventuras do seu avô, para tentar descobrir o que está acontecendo com ele.

A trama me pareceu muito boa, e de fato até é, porém, eu fui com muitas expectativas para o livro, e infelizmente, ele não me agradou... Vou tentar explicar em alguns fatos o porquê disso.

O primeiro deles é o fato da leitura ter sido muito demorada para mim, isso se dá ao fato do livro ter capítulos gigantes, com parágrafos enormes e sem nenhuma proporção de diálogos com a narração, isso deixou a leitura muito arrastada e cansativa.


Como se não bastasse, todos, os fatos aqui, demoram para ser explicados ou para acontecer, menos, o INSTALOVE!!! Sério, o autor demora uma vida para que as coisas sejam explicadas ao leitor e para o protagonista, mas quando o Jacob vê a menina, já se "apaixona por ela". É importante dizer que, existem muitas fantasias que não tem o seu primeiro livro chato, e conseguem de boa, explicar o mundo e apresentar o plot para o leitor com um livro divertido e que não seja cansativo.

"Virei-me na direção da janela e olhei lá para fora, maravilhado. O quintal estava cheio de crianças; quase todas elas eu reconheci das fotografias amareladas. Algumas descansavam à sombra de árvores frondosas, enquanto outras jogavam bola e corriam atrás umas das outras em meio a canteiros de flores que explodiam em cores. Era exatamente o paraíso que meu avô me descrevera em suas histórias. Essa era a ilha encantada; essas eram as crianças mágicas. Se eu estava sonhando, não queria mais acordar. Pelo menos, não por um bom tempo." 

O problema não foi nem a trama, mas sim o fato como ela é contada e desenvolvida ao longo do livro, Ransom Riggs tinha uma criação de mundo muito bem feita, porém não soube dar vida a ela, se ele desenvolvesse mais a narração, tirasse alguns acontecimentos desnecessários, o livro seria muito bom.

Eu vou tentar dar uma chance para o segundo livro, porque dizem que é muito bom, e bem melhor que este aqui, mas só lerei por curiosidade mesmo.



Até a próxima!

2 comentários:

  1. Oiie Jorge!

    Aaah que pena que não conseguiu gosta do livro. Eu adorei! É um dos poucos livros que me dá insônia, parece que quando vou dormir (especialmente depois de lê-lo) faço parte da trama, não deixando de pensar nos fatos.

    Realmente, tem muita informação. O primeiro foi o mais difícil de eu pegar. Muitos personagens, o que me confundia bastante. Mas nos outros, a Intriseca teve o cuidado de fazer umas páginas com fotos, nomes e peculiaridades, o que ajudou a deixar sempre fresco na memória!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. ah,que pena que a leitura não foi tão agradável... pessoalmente eu curti o livro e já espero ansiosa a chance de ler as continuações... espero que o Cidade dos Etéreos te agrade mais...
    bjs ^^

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!