[Resenha] A Caminho do Altar - @editoraarqueiro

17 outubro 2016
Nome: A Caminho do Altar
Série: Os Bridgertons Livro 8
Autor(a): Julia Quinn
Páginas: 320
ISBN: 9788580415735
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2016
Comprar: Amazon, Saraiva


Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Oi oi gente, eu sou a Carol Matos do blog Twenties Girl  e hoje vou resenhar aqui pelo Imaginação Literária, a Fer me fez o convite para diversificar as conversas literárias por aqui e espero aparecer mais vezes se vocês gostarem.  :) E o livro que vim falar hoje é "A Caminho do Altar" da série "Os Bridgertons", uma das minhas preferidas.

Julia Quinn consegue nos surpreender ainda no "último" livro da série Os Bridgertons,  Gregory é para mim o mais romântico dentre seus irmãos antes mesmo de conhecer o amor. Como não poderia com tantos bons exemplos de amor e felicidade na família?  Desde o prólogo ela cria uma expectativa que nos faz querer contemplar o final feliz do casal do livro em questão.


Lucy diferente da  sua melhor amiga Hermione não acredita que alguém possa amar alguém a ponto de lutar e fazer de tudo por ela, até mesmo  deixar de se importar com o que pensa a sociedade ou os familiares. Ela está virtualmente comprometida com o Lorde Haselby, isso já havia sido tratado desde a sua infância entre o seu tio e o conde de Davenport. E apesar de tudo ela só o havia visto uma vez à distância.

Gregory imagina o amor até mais do que a sua amada, ele sonha com o dia que encontrará o amor da sua vida e que será muito feliz ao seu lado e de sua prole. Mas ainda a autora trata de um assunto não tratado nos livros anteriores dos Bridgerton, a imaturidade sobre o amor, mesmo com tantos exemplos, a confusão que pode causar os sentimentos. E ainda demonstra o quanto o amor  será para Gregory diferente de tudo que já sentiu antes.    


Ao ver Hermione ainda à distância e sem nunca tê-la visto antes, o Gregory se apaixona à primeira vista, mas é quase impossível um homem não amá-la, ela tem uma beleza que chama atenção de todos à vista, e esses se aproximam de Lucy para saber como agradá-la, mas como sempre o coração dela está fechado à qualquer um, pois está apaixonada pelo secretário de seu pai, apesar de saber que nunca haveria possibilidade desse amor acontecer, ela não perde a esperança e lê as cartas dele para sua amiga e se condói da infelicidade  de não poder tê-lo como quer e que prosseguirá com esse amor , além de não poder escolher a quem se ama ela é uma romântica inveterada. 

Lucy ainda descobrirá o quanto é bom amar alguém com todo o coração e as dificuldades que se passa em prol desse amor, Hermione estará ao lado de sua amiga até o fim e em qualquer circunstância para apoiá-la. Gregory Bridgerton é o homem mais romanticamente amável, lindo e forte diante de qualquer empecilho, se ele ama irá até o fim, mesmo quando não houver meios, ele lutará.   


Quando li esse livro me veio várias lágrimas pelo fato do enredo ser emocionante devido a resiliência do casal e também por ser o último da série Os Bridgerton, ainda bem que a Ju teve pena de nós  e criou "Os Bridgerton Felizes Para Sempre", haha. Amei ter o Antony e o Colin nessa despedida, pois são meus preferidos, confesso.  Hyacinth  e Gregory tem uma amizade perfeita, aquela verdadeira conexão entre irmãos, mesmo com as implicâncias. A Violet cumprindo seu papel em bem casar seus filhos com pessoas incríveis também me emocionou bastante, ela é uma potência, uma virtude e representa otimamente um papel de MÃE, é cúmplice, compreensiva e suporta tudo com bondade criando os 8 filhos ainda viúva, o que mostra uma grande independência, principalmente  para época retratada.
  
O mistério e o suspense  é algo comum nos romances da Julia, mas ela ainda o usou de maneira diferente nesse, digamos que há mais alvoroço e confusão e até o fim do livro você se surpreende, pensa que a história irá tomar um rumo quando na verdade tudo acontece contrário do que imaginamos e quando não temos mais esperanças há uma reviravolta.   

Se você ainda não leu nenhum livro da autora dê essa chance, principalmente se amar romance, claro. A série Os Bridgerton não necessitam de uma ordem de leitura, tá aí outro motivo se você tiver preguiça para séries, mas aposto que você vai querer quanto mais a autora criar para ter a felicidade de ler.  Já leu algum livro da série? Me conta qual o seu personagem/livro favorito aqui nos comentários.   


Esse livro foi uma cortesia da editora.

XOXO
Carol.

7 comentários:

  1. Esse é o único que não li ainda, então estou bastante ansiosa. Gostei de saber que você curtiu a leitura, é sempre bom finalizar uma série desse jeito!
    beijos, Carol. Que venham os felizes para sempre!
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, o Gregory é um amor. Certeza que você vai amar! Nem fala de "Felizes para sempre" que dá frio na barriga, haha. Beijos!

      Excluir
  2. Ai, que amor! Nunca li nada da autora, pra ser mais exata, nunca li nada de romances de época/históricos! Sempre fico na dúvida de qual começar pra não me desencantar com o gênero. Achei o Gregory muito fofo, só espero que esse romantismo todo dele não o deixe ingênuo demais e/ou cego de amor por Hermione pra só acabar dando valor pra Lucy lá pro final do livro...

    ResponderExcluir
  3. Por incrível que pareça,e apesar de só ler elogios sobre os livros da autora, ainda não li nem o primeiro. :/

    E para uma autor "segurar a peteca",até o último livro de uma série não é fácil!
    Geralmente tudo que atrai no primeiro,ou ,dois primeiros livros, perde todo o foco.
    Romances históricos ou de época,são sempre bem vindos.

    E pretendo ler em breve essa série. :)

    ResponderExcluir
  4. Poxa eu nunca li a série, aliás nunca li nenhum da série. fuém fuém fuém, e achei que deve ser muito bom, pois sou dessas que ama livros de romances de época, queria ter vivido lá (mesmo sabendo da pouca representatividade da voz feminina), mas acho tudo tão lindo tão ambiente fofo, que fico mesmo saudosa de uma época que não vivi! Ah preciso dizer que suas resenhas sobre os Bridgertons sempre me encantam, e me sinto familiarizada com todos! As capas que você apresentou aqui são escandalosamente lindas e simples!

    ResponderExcluir
  5. Estou louca pra ler Os Bridgertons, só vejo elgios!!

    Sou apaixonada por series e romance de epoca, Os Bridgertons parece um sonho pra mim rsrs. Tenho 6 livros da serie, mas vou começar a ler apenas quando estiver completa ja que gosto de ler em sequencia....
    Enfim, minhas expectativas estão la em cima!!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Estou acompanhando a série Os Bridgerton e parei no livro quatro, mas quero muito terminar de ler essa serie, adoro ler sobre essa família que sempre consegue nos conquistar e estou bem curiosa sobre a historia do Gregory que realmente parece ser mesmo um dos mais românticos, e ainda bem que teremos mais um livro dessa serie !!

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!