[Resenha] Perdida - @Verus_Editora

21 junho 2016

Nome: Perdida
Autor(a): Carina Rissi
Páginas: 364
ISBN: 9788576862444
Editora: Verus
Ano de Lançamento: 2013
Comprar: Saraiva, Submarino

Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo e lindo Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

Já fazia um tempinho que queria conhecer as obras de Carina Rissi, me arrependo até hoje por não ter comprado esse livro ano passado na bienal, assim poderia ter lido antes, mas finalmente consegui e só posso dizer que ela é uma autora fantástica!

"Perdida" conta a história de Sofia, uma jovem de 24 anos formada em administração e que não vive sem tecnologia.

Ela mora sozinha em um pequeno apartamento, por ter perdido os pais há não muito tempo, tem um emprego que é mal remunerado e um chefe chato que vive pegando no seu pé.


Nina é sua melhor amiga e sempre que podem estão sempre juntas, embora a insistência para se verem seja maior de Nina, como quando no início do livro onde Nina convida Sofia para sair, afim de  contar uma ótima novidade para amiga, ela vai convidar o namorado para morarem juntos e claro, por não gostar muito dele Sofia surta com a notícia e acha sinceramente que aquilo não dará certo, pois ela é muito cética, não acredita no amor, nunca se apaixonou e sinceramente não acredita que um dia isso vá acontecer.

Entretanto, apesar disso a noite não estava tão ruim assim, até que, ao ir ao banheiro ela sem querer deixa seu celular cair no vaso sanitário e ele simplesmente pifa. E sim, ela fica louca com isso, afinal sua vida está dentro daquele pequeno aparelho.

Na manhã seguinte, de ressaca, Sofia corre para o shopping, pois precisa de um celular novo, celular este que faça TUDO, tipo tudo mesmo! Uma vendedora um tanto quanto peculiar vende um celular para Sofia e segundo ela o aparelho tem tudo o que precisa e é o último da loja. Sofia fica surpresa pelo preço baixo do aparelho e não hesita em compra-lo.


Mas mal sabe ela que ele será como uma chave para outra época, algo que ela descobre assim que o liga. Uma pedra aparece em seu caminho e logo depois ela se depara com tudo diferente. Porém o que mais chama sua atenção é o homem montado no cavalo usando um linguajar antiquado e umas roupas mais estranhas ainda, este meus caros leitores, é Ian Clarke.

Ian é daquele tipo de mocinho culto, respeitador, que faz de tudo por seus amigos/familiares e principalmente lindo. Ele e Sofia se conhecem de uma forma um tanto quanto engraçada, mas ele será quem a ajudará nessa aventura pelo século XIX e antes que me perguntem, sim os dois irão se apaixonar, isso não é spoiler podem ficar tranquilos, o problema é se eles vão ficar juntos, afinal eles vivem em épocas diferentes.

É interessante ver a forma como tudo acontece, a adaptação da personagem em outra época sem os recursos que temos hoje, isso até me levou a pensar que as vezes todos nós precisamos sofrer alguns esbarroes da vida para poder dar valor a certas coisas exatamente como a personagem.


Como disse no início, esse foi o primeiro livro que li da Carina e apesar das recomendações positivas que recebi dele, ainda estava com certo receio. Quem nunca leu um livro que todos estavam adorando e se decepcionou, certo? Foi então que vi que estava enganada e posso dizer que se me arrependo de alguma coisa, é de não ter lido ele antes.

A autora criou um verdadeiro conto de fadas moderno onde os leitores viajam para outra época junto com o personagem e se apaixona pelo mocinho perfeito.

Os personagens são bem desenvolvidos, os meus favoritos são Ian e Elisa, é impossível não se apaixonar por eles. Já a Sofia, claramente podemos ver que ela foi inspirada em Lizzie Bennet (quem leu Orgulho e Preconceito pode ver isso), as atitudes, o jeito destemido, tudo me lembrava ela.

A única coisa que me incomodou, se é que posso colocar dessa forma é que a personagem simplesmente não parava de falar sobre voltar para sua época, é bastante compreensível eu entendo, mas gente, as vezes eu queria entrar naquelas páginas e mandar ela viver o momento e aproveitar!

Enfim, eu adorei o livro e faço altas recomendações dele, vale muito a pena. A escrita de Carina é leve, descontraída e flui de modo que quando vamos ver já estamos na última página. Definitivamente "Perdida" entrou para minha lista de favoritos e mal posso esperar para ler os outros.

Beijos! 

4 comentários:

  1. Adorei o blog, fiquei um bom tempo passeando por aqui hahahah Conheci em um grupo do facebook.
    Já tinha visto muita gente falando desse livro e agora tô começando a querer muito ler,não tanto quanto minha melhor amiga quer, mas já é alguma coisa hahahaha

    Boa sorte com o blog!
    Beijos!!

    Também tenho um blog, caso queira conhecer: http://livingforharry.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Eu amei esse livro, amei a escrita da autora, descontraída, humorada, leve, envolvente...seus personagens são muito atrapalhados e com personalidades que ficam muito preservadas no livro, alem de que nesse livro muita confusão aguarda a personagens, que fica realmente perdida, também indico muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! É muito bom mesmo, Carina é uma ótima autora :)

      Bjs!

      Excluir
  3. Olá!
    Esse livro é tão bem comentado no meio literário, na verdade acho que nunca vi ninguem falar mal desse livro antes. Ele é diferente de muitos livros nacionais e eu fico feliz por muita gente gostar dele o que mostra que a literatura nacional é muito boa e vem crescendo a cada dia mais.
    A sua resenha só me fez ficar com mais vontade de ler ainda. Acho que sou meio Sofia, não consigo ficar longe da tecnologia e se a história do livro acontecesse comigo eu não sei o que faria kk.
    Beijos

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!