Primeiras Impressões do livro "Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor" - @Novo_Conceito

09 agosto 2015
Nome: Dez coisas que aprendi sobre o amor
Autor(a): Sarah Butler
Páginas: 256
ISBN: 9788581637778
Editora: Novo Conceito
Ano de lançamento: 2015

Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Neste livro, conheceremos Alice, uma mulher, que depois de voltar de viagem, descobre que seu pai está morrendo, ela não se sente bem com sua família, mas terá que conviver com ela por causa da situação do pai.

Nosso segundo protagonista é Daniel, um mendigo que está a procura de sua filha, e fontes disseram que ela estaria em Londres, ele sabe apenas o nome dela, mas quando chega a cidade, descobre que ali é o seu lar, a casa, que nenhum tijolo pôde construir.

Estas duas histórias nos são contadas simultaneamente, uma em cada capítulo, e antes de começar as narrativas, temos uma lista de 10 coisas relacionadas ao amor, que o personagem "faz". Uma história sobre o amor, de várias maneiras, o perdido, o encontrado e o reencontro da família.

"Uma vez que tenha me apaixonado, acho quase impossível me desapaixonar. Não é algo que torne a vida mais fácil"

Nestas primeiras 20 páginas, já dá para ter uma noção que será um ótimo livro, com temas emocionantes, como perder o pai, ou encontrar a filha, a escrita da autora parece ser bem fluída e proveitosa. Por ter sido uma degustação, eu fiquei pensando se estas histórias podem se unir em certo momento da trama, e fiz teorias bem loucas, que não serão ditas aqui (rsrsrsrs)

“Esperava que você estivesse ali, que tivesse parado e perguntado se eu estava bem, mas você não estava; de qualquer modo, estou acostumado às pessoas não prestarem atenção."

Pelo pdf, deu para ver que a editora está caprichando bastante na diagramação e capa do livro, a Novo Conceito está fazendo isto muito bem ultimamente, além de tornar a leitura mais dinâmica, não cansa os olhos, e nos prende ainda mais à história.


Um comentário:

  1. ja estou super instigada com essa história, a história de Daniel ja esta me fazendo lágrimas! Segredos e emoções não vão faltar!
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!