[Resenha] A Teoria de Tudo - @UnicaEditora

20 junho 2015

Nome: A Teoria de Tudo
Autor(a): Jane Hawking
Páginas: 448
ISBN: 9788567028514
Editora: Única
Ano de lançamento: 2013
Comprar: Saraiva, Americanas, Livraria Cultura

A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.
Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único.
Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida.

"A Teoria de Tudo" não é como qualquer história real de amor ou superação, o que acompanhamos é muito mais amplo e mexe com conceitos muito mais profundos como: física teórica, espiritualidade, amor, doação e compreensão mútua acima de tudo.

O livro causa um impacto inicial meio denso, por sua extensão total (e a minucia com que são feitas as descrições). Não é do tipo que se lê em uma tarde, ou fim de semana. Requer bastante paciência, mas aos poucos a linguagem vai surpreendendo - Ok, Jane é Doutora em Literatura, mas ainda assim eu esperava algo mais simplório, acho que por tanto sucesso, é difícil algo com um pouco mais de consistência vender tanto atualmente.


"Eu o encontrei em uma festa de Ano Novo em 1963 e, um mês depois, fiquei sabendo que ele tinha Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Foi um choque, porque eu já gostava dele. Depois nos encontramos por acaso indo para Londres e ele me convidou para sair. Comecei a nossa relação sabendo que ele tinha dois ou três anos de vida. Mas pensei: ‘Sou jovem, tenho muita energia, posso me dedicar totalmente a ele’", lembra Jane Wilde em entrevista.

O que seriam dois ou três anos se transformaram em 25, e superando todas as expectativas eles criaram três universos: Lucy, Robert e Timothy Hawking.


Livre de preconceitos e primeiras impressões não tem o que se discutir, é uma história que merece ser contada, lida e lembrada sempre. Mais que emocionante, é reflexiva e inspiradora.

Ponto alto da narrativa são os constantes embates sobre fé entre o casal. Ateu convicto e até certo ponto intransigente não há espaço pra Deus nas teorias de Stephen, enquanto Jane se apega cada vez mais às suas crenças para suportar os desígnios do universo.


A leitura desse livro é mais do que recomendada, porém com pequenas ressalvas é claro. Sendo escrito mais como um diário do que como um romance biográfico o livro por vezes se torna chato. 

Jane é uma pessoa incrível que supera todas as expectativas mas que também não deixa de expurgar suas mágoas e frustrações em cima da história que em certos momentos fica bem amarga. Mas é só respirar fundo e lembrar como todos somos pequenos e egoístas e como todos os personagens dessa história viveram uma luta diária por seu melhoramento moral, espiritual e científico, que a leitura fluirá facilmente. Vale muito a pena!


Esse livro foi uma cortesia da editora!

Um comentário:

  1. Eu estou com esse livro na minha lista de leitura, mas por algum motivo eu sempre vivo procrastinando quando se trata de ler "A Teoria de Tudo", sempre acabo lendo outro livro no lugar dele. Mas depois de ler a sua resenha e conhecer a sua opinião sobre ele acho que eu vou dar uma chance para "A Teoria de Tudo".
    Bjs e sucesso com o blog!
    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!