[Resenha] Starling - @grupopensamento

16 abril 2015
Nome: Starling - Livro I
Autor(a): Lesley Livingston
Páginas: 288
ISBN: 13: 9788564850859
Editora: Jangada
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Saraiva

Mason Starling é campeã de esgrima da equipe da Academia Gosforth, mas nunca teve de lutar por sua vida. Não até a noite em que uma violenta tempestade sobrenatural assola Manhattan, aprisionando Mason e seus colegas de equipe dentro da escola. Mason é atacada por criaturas horrendas, com forma vagamente humana, mais aterrorizantes que os trovões e raios, enquanto a tormenta traz para a vida dela um perigoso desconhecido: um jovem que não se recorda de nada além de seu nome - Fennrys, o Lobo. A chegada desse garoto misterioso faz em pedaços o mundo de Mason, ao mesmo tempo que uma atração inegável surge entre eles. Juntos, eles tentam desvendar os segredos da identidade de Fenn, enquanto forças estranhas e sobrenaturais se adensam à volta deles. Quando descobrem que a família de Mason, com sua obscura ligação com antigos deuses nórdicos, é a chave de todo o mistério, Fennrys e Mason subitamente se vêem diante de um futuro catastrófico: o Ragnarök - ou o fim do mundo, como o conhecemos.

Antes de começar a resenha propriamente dita, preciso deixar claro que quando solicitei esse livro não sabia muito bem do que ele falava, mas tinha ficado muito curiosa quando li a sinopse e queria saber mais sobre.

"Starling" é o primeiro livro de mitologia nórdica que leio e eu estou completamente fascinada por esse universo. Sempre fui muito fã da mitologia, mas nunca fui muito a fundo no assunto e nunca tinha lido um livro que abordasse tao bem o tema.

Nesse primeiro livro conhecemos Mason Starling, única menina no meio de dois irmãos, por isso ela é a queridinha do papai, é órfã de mãe, faz faculdade em Gosforth, Manhattan e tem a esgrima como a paixão de sua vida.

O livro já começa com um acontecimento que vai mudar a vida dela completamente. Ela, seu irmão Rory e outros alunos estão num treino de esgrima, se preparando para voltarem para o dormitório quando uma tempestade muito forte cai sobre o lugar e eles ficam trancados dentro da quadra impossibilitados de sair e também, ninguém de fora pode entrar.

Tempestades caem em todo lugar, a gente só precisa esperar ela passar, certo? Bom, não é bem isso o que acontece. Criaturas estranhas começam a invadir o local onde eles estão e sem saída eles vão para um tipo de porão, ou algo assim que tem dentro do ginásio.

E de repente, a árvore de Gosforth que está lá há anos e é bem conhecida por isso, quebra e de dentro dela sai um homem completamente nu que começa a lutar com os Draugrs.

"Fennrys saiu para a luz do sol, e por algum motivo aquele simples gesto tranquilizou Mason imensamente. era bobagem, ela sabia, mas pensando bem, nunca tinha o visto em plena luz do dia antes". 

Todos acham muito estranho, pois o portão estava fechado e não tinha como ele ter entrado onde eles estavam e é ai que percebem o que aconteceu. O desconhecido que enfrentou todas aquelas criaturas não lembrava de onde tinha vindo, quem ele era ou o que era, apenas seu nome, que deixou todos, principalmente Mason, muito intrigados, Fennrys, o lobo.

A partir dai muitas coisas começam a acontecer e Mason descobre que sua família está envolvida de alguma forma nesses acontecimentos. Porém, as coisas são bem piores do que parecem, imaginem se apaixonar pelo homem que pode ser o responsável pelo fim do mundo?

“Uma árvore. As asas de uma ave do arco-íris entre os ramos.
Três sementes da macieira, crescidas, tão altas quanto a lança de Odin,
Empunhados pela mão da Valquíria.
Despertarão, os filhos de Odin, quando o devorador retornar.
O martelo cairá sobre a terra e deverá renascer.” (pág. 88)

Esse é o primeiro livro da autora que pego para ler e depois que acabei a leitura descobri que já tinha sido publicado no Brasil outro livro dela, que até conhecia mas nunca tive muita curiosidade para ler.

Eu adorei essa edição da Editora Jangada, está linda, a diagramação apesar de simples é ótima, só tornou a leitura mais fácil, a capa segue o estilo das originais, assim como o nome, que ficou sem tradução, mas que tem um sentido na história.

"Starling" é o primeiro livro da trilogia "O despertar dos filhos de Odin" e eu quero muito ler os outros, esse primeiro livro, como disse acima, me deixou completamente fascinada e eu mal vejo a hora disso acontecer. Esse é um livro que todo fã de mitologia deve ler!


Esse livro foi uma resenha da editora.
Beijos! :)

9 comentários:

  1. Mitologias nórdica, grega, egípcia ou qualquer que seja, sou fã e amo ler histórias onde as mesmas são inseridas.
    Não tinha lido nenhuma resenha do livro, embora tenha visto divulgações sobre, enfim... Não tinha me atinado em ler, até agora.
    Adorei sua resenha, gostei também da premissa, lendo o que você achou tive noção do que vou encontrar quando o ler, e sei que vou gostar, pois vou sim, vou ler esse livro.
    Obrigada pela dica.
    Beijos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  2. Olá, não conhecia nem o livro nem a autora, mas parece ser bom, despertou meu interesse

    ResponderExcluir
  3. Sou completamente suspeita quando o assunto é mitologia. Já amei esse livro pela capa, quando li a sinopse fiquei mais apaixonada e agora por saber detalhes através da resenha já o desejo imensamente. Aliás, já está na lista do mês que vem de compras no Submarino, kkkkkkkk

    Adorei a resenha, esse vou ler o quanto antes!

    Bjs

    www.cladassombras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Eu ainda não conhecia esse livro e como adoro mitologia, ele já ganhou alguns pontos comigo só por causa disso, rs. Espero gostar do livro também, ainda não li nada relacionado a mitologia nórdica e fiquei curiosa ^^
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  5. Odeio capas com pessoas, mas essa ficou *o*
    Adoreei!!
    Quanto ao livro em si, não sei se leria por agora, mas me interessou!
    Beijos
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  6. Leio várias resenhas de tudo que é tipo de livro, mas esse.. <3 , preciso *-* . Gosto de mitologia, e só de saber que era relacionado com mitologia nórdica já fui pesquisar o preço kkk (me acalmar aqui =P).

    ResponderExcluir
  7. Oi Fernanda, tudo bem? Adorei a sua resenha e nunca li nada de mitologia nórdica, na verdade, nem curto muito mitologia, mas fiquei curiosa com o toque sobrenatural do livro. Fiquei bem curiosa sobre o Fennrys e o motivo dele não se lembrar de nada.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Oi Fernanda!

    Achei bem interessante a premissa do livro. Adoro mitologia nórdica e acho que o livro segue uma linha legal de mistério e sobrenatural. Não sei se leria agora, acho que vou esperar mais um tempo e ler outras opiniões. Gostei muito da resenha, confesso que me deixou bem curiosa pra conferir este título! Mas como a lista é enorme... já sabe hahahaha.

    Beijo!!
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Assim como você, sou um baita fã de mitologias, mas infelizmente, nunca li nenhum livro baseado na mitologia Nórdica, não conhecia o livro e fiquei bem curioso, achei a premissa bem interessante, sua resenha está ótima, adorei.

    Beijos.

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!