[Resenha] Para Sir Phillip, Com Amor - @editoraarqueiro

13 março 2015

Nome: Para Sir. Phillip, com amor
Autor(a): Julia Quinn
Páginas: 266
ISBN: 13: 9788580413625
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2015
Comprar: Saraiva, Submarino

Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências.
Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos.
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar?
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços.
Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro. 

Eu fico tão emocionada em falar dessa série da Julia Quinn, porque comecei a ler quando ela ainda era publicada como romance de banca, e hoje vejo a linda diagramação que a Arqueiro está fazendo e como as pessoas estão gostando da história.


No quinto livro da Família Bridgerton, somos apresentados ao homem que dá título ao livro, Sir Phillip, um homem solitário e cheio de fantasmas, que tem medo de si e não sabe como criar os filhos. Mas tudo muda quando Eloise chega sem avisar a sua casa, disposta a deixar a solteirice para trás, nossa mocinha mostrará que era justamente o que Phillip precisava, alguém que acreditava nele.

Diferente dos outros livros em que romance e sedução eram um linha invisível que envolvia os protagonistas, "Para Sir Phillip Com Amor", o que une são a rotina da criação dos filhos, os ensinamentos sobre respeito, obediência e amor. Tudo isso porque meia dúzia de cartas foram trocadas.


Esteja preparado para aprender que somos muito mais que sombras dos nossos pais, somos únicos e melhor, somos mutáveis.

Uma vez me disseram que livros de romances não falavam sobre a realidade...estavam enganados, este fala.

Phillip: Querer uma esposa apenas para se livrar das responsabilidades inerentes à mulher, incluindo lidar com os filhos e comandar a casa. Um homem honesto, trabalhador, inteligente e sensível, mas que passou por traumas na infância e juventude que os assombram até hoje.

Eloise: Resolve ir atrás de um casamento, já que o casamento não vem até ela. Uma mulher segura de si, inteligente e com um coração enorme. Mas com língua afiada e uma opinião bem formada do que quer e como conseguir isso.

As crianças: Oliver e Amanda, gêmeos que perderam a mãe e que só querem a atenção e o amor do pai, mas, as maneiras que eles usam para conseguir isso são no mínimo, hilariantes.


Nunca me dei muito bem com as palavras.Era a inconfundível letra do Phillip e logo, em um canto, dizia:Vá a seu escritório.Intrigada, Eloise se levantou e saiu da sala de jantar. Um minuto depois, entrou em seu escritório.
E ali, em cima da mesa, havia outra nota.Mas tudo começou com uma nota, não é verdade?

O romance acontece por meio de cartas, e é ao mesmo tempo recheado de humor e drama, sendo o mais “sério” de todos até agora, uma vez que trata de temas como violência doméstica, negligência e afins.

Por fim, eu amei o livro, fazer o que se sou dessas que ama ler uma história de amor.

Este livro foi uma cortesia da editora.

15 comentários:

  1. Oi Taiany!

    Eu quero muito ler toda essa série, eu tenho eles aqui em casa, e ainda não consegui pegar para ler. Gostei muito da sua resenha, leve e muito clara.
    Eu acho que esse livro em especial vai me cativar, não sei pq, mas sinto só de olhar para a capa.

    http://meninadeparis.com

    Beijos

    Dayana

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha!! Também sou dessas que ama uma história de amor <3
    Estou com o primeiro livro da série para começar a lê-la, mas ainda não consegui! Porém sei que essa série está com um livro melhor que o outro ;)

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  3. Corram meninas, a série é muito boa. É claro q tem uns livros melhores que outros, mas sou apaixonada pela série. Vale super a pena ler.

    ResponderExcluir
  4. Oie, Taiany!
    As resenhas da série Os Bridgetorns têm sido tão positivas, desde o primeiro volume, que eu acho que será a primeira e talvez única série de romance histórico que me arriscarei a ler. E isso é muito vindo de quem não suporta romance! Adorei sua resenha, tão apaixonante quanto os livros parecem ser.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Celly.
      Eu sou suspeita para falar, amo romance. Mas romances históricos é algo que sempre leio com o pé atras. Tem uns muito ruins, os Bridgertons eu curti muito.

      Excluir
  5. Gosto muito da forma como faz as resenhas, mas não curto os romances da Julia Quinn. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Samantha.
      Mas pq vc não gosta da Julia Quinn?

      Excluir
  6. Oi!!
    Tô quase tendo um treco de vontade de ler logo esse livro rsrs
    Adoro as personagens femininas da Julia Quinn com suas línguas afiadas e os romances <3
    Estou com altas expectativas com relação a esse livro já que Eloise começa a mostrar um pouquinho dessa história no livro que trata do Colin. Bom saber que a história é tão boa quanto as outras.

    beijos
    Espero sua visita =)
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Erika. E esses está entre os meus preferidos da série. Espero q vc goste.

      Excluir
  7. Adorei a sua resenha, você escreve super bem! Mas assim como a Samantha, não consigo ler NADA da Julia, acho um pouquinho forçado.
    Beijos,
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karen eu fico com a sensação que tem dois tipos de romances históricos, os realistas e o fofos. Os romances da Julia não são realistas, sabemos que não eram tudo flores naquela época, principalmente para as mulheres, mas acho eles tão fofos. Como já disse e repito, amo.
      Obrigada por comentar. Bjos

      Excluir
  8. Acho que sou a única que nunca leu um livro dela, kkkkkkkk Mais por falta de oportunidade mesmo. Tenho que admitir que as resenhas e as capas me deixam com muita vontade de lê-los.
    Esse em especial me atraiu muito.
    Parabéns pela resenha, foi uma das melhores que li hoje. Gosto quando fazem uma descrição dos personagens principais.

    Bjs

    www.cladassombras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rosangela, me sinto lisonjeada. Leia assim que possível, vale a pena.

      Excluir
  9. Nossa não sabia que esses romances foram de banca um dia
    Adoro os livros da arqueiro tenho o primeiro da série aqui e ta na fila
    Adoror romances de época depois da sua resenha ele vai furar fila rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana eu sou viciada em romances de banca, e as editoras são numa leva de lança-los repaginados, só temos a ganhar com isso. Tem novos lançamentos de roromancees de banca ai. Fique ligada.

      Excluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!