[Resenha] Ligeiramente Casados - @editoraarqueiro

22 dezembro 2014

Nome: Ligeiramente Casados - Os Bedwyns # 01
Autora: Mary Balogh
Páginas: 288
ISBN: 9788580413212
Editora: Arqueiro 
Ano de lançamento: 2014
Comprar: Saraiva


À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse Custe o que custar!. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias. Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados... Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página. 

Quando eu fiz esse post (link) falei sobre romances de banca que foram “transformados” em livros de “livraria”, pois bem, a próxima resenha é um claro exemplo disso.

Infelizmente, quando as editoras fazem essa transformação elas nem sempre acertam, Ligeiramente Casadas é na verdade o 3º livro de uma saga com 8 livros, acho que a confusão toda da editora está no fato dessa saga ser toda dividida. 

Os dois primeiros livros são quase introdutórios (apesar de serem uma das melhores histórias que li na minha vida e o primeiro tem uma temática que eu nunca tinha me deparado antes), onde eles em si começam justamente no terceiro livro, uma vez que o título da série é Bedwyn, e que cada volume será focado em um dos 6 irmãos Bedwyn. 

Mas para complicar ou deixar tudo mais delicioso, a autora ainda escreveu outra serie chamada Simply Quartet, com personagens das histórias anteriores e respondendo coisas que ela mesma havia deixado em aberto, ou seja, se você quiser ler tudo, com a editora publicando ou não, terá que correr atrás de 12 livros, mas vou te falar uma coisa...

...vale muito à pena.

Agora vamos ao livro.

Agora vamos ao livro.

Sinceramente, não há muito do que se falar do livro além do que aparece na sinopse, e apesar de ser um romance, você não verá juras de amor eterno e olhos brilhantes, pelo contrario, o livro começa falando de guerra e a relação do casal não é nada amorosa. 

Eles não se casaram por amor, eles se casaram por causa de uma promessa feita num leito de morte. Amargor e desconfiança são o que cercam essa história, tornando todo o processo de apaixonamento dos personagens algo crível, e acima de tudo, algo para o qual os leitores torcem. 

É preciso, contudo, fazer um adendo, com os Bedwyn deve-se esquecer dos mocinhos espirituosos, cavaleiros e galantes, apesar de ricos, eles estão mais para rudes do que refinados. Como se todo o dinheiro os desse direito de serem esnobes, esses 6 irmãos abusam do “poder” que o dinheiro pode comprar. Só que mesmo com tudo isso, o livro ainda é uma linda história de amor, onde mocinho beija mocinha, se casam e tem filhinhos.

Mary Balogh é umas das minhas autoras favoritas desse gênero, essas série é delícia na minha vida, lembro que fiquei meio louca na época que li porque tava difícil conseguir o último livro, e posso sem sombra de dúvida que estou...
...ligeiramente lendo tudo de novo.

Esse livro foi uma cortesia da editora!


2 comentários:

  1. Estou louca para ler esse livro!

    ResponderExcluir
  2. É bommmm, vale muito a pena, mas procure os dois primeiros que a Arqueiro não tá publicando, você não vai se arrepender.

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!