06 novembro 2014

[Resenha] Ascenção do Império - @editorarecord

Nome: Ascensão do Império - Revelações de Riyria Livro 2
Autor: Michael J, Sullivan
Páginas: 679
ISBN: 9788501401236
Editora: Record 
Ano de lançamento: 2014
Comprar: Saraiva


Os reinos dos homens estão unificados sob uma mesma bandeira, o Novo Império, apoiada pela Igreja de Nyphron, a mais poderosa instituição existente. Apenas um território permanece independente, Melengar, com cada vez menos aliados e vendo as forças inimigas crescerem sem poder fazer nada. Em meio a isso, os mercenários Royce e Hadrian se veem envolvidos em conflitos políticos e são contratados pela princesa Arista, de Melengar, para escoltá-la em uma perigosa missão diplomática. Assim, os três partem em uma jornada para garantir que a iminente guerra não signifique um massacre das forças de resistência e para descobrir seus reais papéis no mundo. Isso os conduz a embates épicos e viagens aos confins das fronteiras conhecidas, onde criaturas malignas vivem à espreita.

Esta resenha contém spoilers de Roubo de espadas, primeiro livro da série, leia a resenha aqui.

Vamos começar com um pequeno desafio – desvende o anagrama:

RODA DE MONDEPIREAF (resposta na página 84)

Poucos autores de fantasia conseguem o feito de escrever uma obra dinâmica, bem contextualizada e que equilibra com aparente facilidade momentos de tensão e piadas leves. Neste segundo volume, com os personagens já apresentados e as personalidades bem definidas, a narrativa avança muito mais rapidamente, se assemelhando aos grandes clássicos da aventura. Em retrospecto é impressionante o quanto mudou o cenário geral do mundo criado e que o Sr. Sullivan parece tão obstinado em destruir.

“Sua trilha está traçada... no escuro.” Pág. 577

Riyria está lucrando com a guerra. A serviço exclusivo de Melengar, Royce e Hadrian têm tempo de começar a pensar na aposentadoria. Entretanto, os tempos são incertos com o Novo Império se estabelecendo em uma questão de meses, tendo a Imperatriz como marionete dos regentes e os monarcas que caíram nas maquinações da Igreja. Os únicos pontos de resistência são os nacionalistas, situados em Delgos ao sul, o reino de Melengar ao norte. Incapaz de lutar uma batalha em duas frentes, o Novo Império ficará vulnerável se Melengar e Delgos se unirem. 

Enquanto Alric hesita em formar essa aliança, Arista mostra novamente que é uma das mulheres mais admiráveis das obras contemporâneas de fantasia e parte sozinha com Hadrian e Royce para tentar usar sua influência de Embaixadora e esmagar o Novo Império, unindo Melengar aos nacionalistas. Nessa empreitada, visitarão a cidade natal de Hadrian, Hintindar, onde descobrirão as origens do guerreiro. E na cidade de Ratibor, onde Royce nasceu, participarão de batalhas brutais onde o avanço do Império estará em jogo. 

Cada vez mais consciente dos seus poderes mágicos, Arista deve conciliar o que aprendeu como Embaixadora com os rumos que quer para Melengar antes que o reino seja dominado. 
Alheia a todo o derramamento de sangue está Thrace, que agora foi nomeada Imperatriz Modina, mas após a morte do pai está em estado catatônico e sequer compareceu à coroação, o que gerou muitos boatos.Quando a tarefa de cuidar de Modina fica a cargo de Amilia, uma ajudante de cozinha, Modina apresenta melhora, mas ainda é instável. Entretanto, essa melhora é apenas uma das engrenagens no plano dos regentes para usurpar o trono.

Novamente pegos no centro de maquinações, golpes, guerras e ciladas, Royce e Hadrian se empenham em escapadas no último segundo, duelos inesquecíveis e ousadas infiltrações. Arista, que provavelmente será a maga mais poderosa de sua geração, tem que superar as acusações de bruxaria a cada passo de sua empreitada, transpondo a cada dia dificuldades que até pouco tempo ela consideraria impossíveis.

A grande quantidade de nomes de personagens, cidades e lugares é o maior desafio da leitura, lembrar as associações de cada um é imprescindível para ter ideia da amplitude do cenário criado por Sullivan. Alguns personagens importantes do primeiro livro não passam de citações agora, mas sempre há esperança para o último livro. 

É para este último livro que deixo uma hipótese: acredito que a capital perdida do antigo Império, Percepliquis, esteja escondida em Erivan, território dos elfos. Acho possível que, após subjugar os elfos, Maribor tenha erigido sua capital em território élfico para estabelecer sua supremacia. Se estou certo, teremos que aguardar o último livro para saber. Das 6 novelas que compõe a obra original, a última se chama “Percepliquis”, e conhecendo Royce e Hadrian acho muito provável que além de realizarem o sonho de encontrar a antiga capital, eles tenham que desvendar alguns de seus mistérios para salvar alguém, ou a si mesmos.

Outro ponto interessante é que, assim como no primeiro livro, há um personagem que se arrepende de ter passado tanto tempo da vida enclausurado entre livros:

“... Isso aqui me da a sensação de que desperdicei a vida enclausurado em bibliotecas e gabinetes repletos de poeira. Não faça o que fiz, Hadrian. Você ainda é jovem. Siga meu conselho: aproveite a vida ao máximo.” Pág. 554

Citações como essa e a que vi em "Roubo de espadas" me ocorrem sempre que vejo posts sobre a obsessão por livros. O autor deve ter percebido essa tendência na interação que mantém com os leitores através do Goodreads e aproveitou suas novelas para transmitir uma mensagem, é então nosso dever como leitores ouví-lo.

A enorme variedade de situações que enfrentam aproxima o livro dos épicos de aventura, é admirável que qualquer um dos personagens esteja vivo depois de enfrentar tantas situações mortais. Não que saiam ilesos de todas, ferimentos e escoriações são constantes e só contribuem para nos apegarmos a eles.

Se você já superou 602 páginas do primeiro livro, nem preciso lhe avisar que as 679 páginas deste são curtas para a grande quantidade de personagens, locais e conflitos. A expectativa de páginas para o terceiro livro é semelhante, mas eu não me importaria se essa história continuasse.


Este livro foi uma cortesia da editora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!