[Resenha] Azar o seu! - @grupopensamento

06 março 2014
Nome: Azar o seu!
Autor(a): Carol Sabar
Páginas: 368
ISBN: 9788564850361
Editora: Jangada
Ano de lançamento: 2013
Comprar: Livraria Cultura, Americanas

Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo... O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga... Azar o seu! vai além de uma comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância da amizade verdadeira, do perdão e do autoconhecimento, que nos resgata o poder de decidir sem medo e de reverter escolhas que nos impedem de ser feliz.

Divertido, hilariante, encantador... Azar o seu! é daqueles livros que conseguem te prender do inicio ao fim, com uma história cativante e uma leitura deliciosa. Nele conhecemos Ana Beatriz, que está totalmente sem rumo, desempregada, cheia de dividas, e para completar, o único cara que ela amou (e ainda ama) mora em outro pais e nunca soube da existência desse sentimento.

"Se eu escrevesse um guia de auto ajuda para garotas azaradas, desempregadas, endividadas, carentes, mal-amadas e, por tudo isso, desesperadas, eis a primeira das 1001 dicas que eu daria: Nunca dê uns amassos no seu primo. Nunca. Never. Jamé."

Um dia chuvoso, cidade do Rio de Janeiro, Bia está parada num engarrafamento na Linha amarela. E embora esteja chovendo, dentro da kombi da floricultura de seu pai que está dirigindo, é quente. Com sede, ela decide comprar uma garrafinha de água, e graças a essa garrafinha a maior coincidência (ou não) da sua vida acontece.

O estranho que comprou a última garrafinha de água, que esta dirigindo um Vectra Gt parado ao seu lado, e que está fazendo de tudo para chamar sua atenção, é Gustavo Vitorazzi, o cara por quem Bia alimenta uma paixão e foi morar em Londres há dez anos. No entanto, Bia não o reconhece e assim que ele sai do carro para tentar falar com ela, um tiroteio começa.

Sem saber o que fazer, Bia desesperada e em choque, sai da Kombi e se abaixa no chão. Guga ao ver ela daquele jeito, puxa ela para debaixo da Kombi, assim o risco de serem atingidos é bem menor. Desesperada e achando que irá morrer, Bia pensa que Guga é seu amparador espiritual e está ali para leva-la. Então, ela começa a falar, da sua vida, da faculdade, e de Guga...

''Fala pra ele que eu morri pensando naquele beijo e que, no fundo do meu coração, por mais que ele feito questão de me esquecer... ele nunca me ligou, nunca parei de me perguntar por que ele nunca quis saber de mim... Sempre tive um sonho secreto em que ele voltava para o Brasil e me mostrava a explosão sexual do prazer.''

Estou com uma imensa vontade de contar todo o resto da história para vocês, mas irei parar por aqui senão acabarei dando spoilers...
O livro é muito engraçado e incrivelmente encantador. Já tinha lido algumas resenhas de alguns livros da autora antes, inclusive "Azar o seu!", todas sempre falando muito bem e isso aumentou minha vontade de ler os livros dela. Eu me apaixonei pelos personagens dessa história, e principalmente pela escrita da autora. Azar o seu se não ler esse livro!



2 comentários:

  1. To precisando de um livro estilo esse haha, vou ver se compro ele *-* Amei a resenha, beijos.

    http://theuniverseofutopia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Li duas resenhas desse livro, a negativa em outro blog e a sua que é positiva. Mas não tenho vontade de ler esse livro, tenho vontade de ler outro da autora.

    Beijos,
    Mands - Outbreaks.

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!