[Retrospectiva] Melhores livros lidos em 2013

30 dezembro 2013


O ano está chegando ao fim e 2014 já se aproxima... 2013 passou bem rápido, não? Muitas coisas aconteceram, por isso estou aqui hoje, para comentar sobre alguns livros que li esse ano, leituras muito divertidas, outras tristes, mas que jamais irei esquecer. Vamos lá!


10°. ESCONDA-SE - LISA GARDNER


Uma mulher que foi obrigada a fugir — desde criança— de uma possível ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência doméstica que presenciaram. Um pingente que foi parar em mãos erradas — e a cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns! 

Está ai um livro que não esperava gostar. Mistério, sequestros e assassinatos, marcam presença na história desde a primeira página até a última. Lisa Gardner nos apresenta o mundo frio dos crimes de uma forma tão fantástica, que faz com que seus personagens se tornem reais para o leitor.

09°. EU FUI A MELHOR AMIGA DE JANE AUSTEN - CORA HARRISON


Eu fui a melhor amiga de Jane Austen recria o diário de Jenny Cooper, prima e amiga da proeminente escritora inglesa Jane Austen (1775 – 1817), revelando uma fase até então pouco conhecida de suas vidas, a adolescência. A obra, que mescla dados reais e ficção, traz um retrato da excitante sociedade britânica de 1790, em que os bailes aristocráticos, com seus trajes luxuosos e repletos de todas as etiquetas sociais e códigos de galanteio, refletiam o ritual de convenções que envolvia a educação da mulher naquela época, a fim de receber a tão esperada proposta matrimonial.
Recheado de pequenos romances, amores prematuros, casamentos por dinheiro, descobertas e aprendizados sobre a vida e o amor, o livro recria a atmosfera dos romances da própria autora de Orgulho e preconceito, através de uma narrativa envolvente, de rica reconstituição histórica.
Jenny, órfã de pais, viveu boa parte da sua infância em um internato em Southampton, na companhia de Jane, um ambiente frio e miserável que, nas suas palavras, “cheirava à morte”. Com a coragem de Jenny para salvar a prima que estava muito doente, as duas conseguem se libertar e vão morar na casa da família Austen. Entre aulas de etiqueta com uma prima francesa e alguns flertes – por ocasião do seu primeiro contato com garotos –, Jenny se apaixona por um marinheiro, e se vê diante de um dilema que representava um risco à sua reputação.
Com esse diário aberto ao público, as jovens fãs de Jane Austen terão a oportunidade de se encantar ainda mais com a personalidade marcante, a inteligência, a perspicácia e a divertida forma com que essa escritora lidava com as adversidades. Jenny Cooper conta com orgulho e carinho sobre como amadureceu com a amizade de Jane Austen – a menina esperta que sempre tem respostas para tudo –, suas incríveis histórias imaginadas a partir de pessoas do seu convívio e seus conselhos sempre confortantes.

Um dos poucos livros que não consegui resenhar esse ano por não saber exatamente o que colocar na resenha (rs). Um romance lindo que arranca suspiros de qualquer garota. É tão encantador!!

08°. LOLA E O GAROTO DA CASA AO LADO - STEPHANIE PERKINS


A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Ganhado de cortesia ano passado exatamente no Natal, Lola e o Garoto da casa ao lado foi minha primeira leitura em 2013, comecei o ano abrindo com chave de ouro. Esse se tornou um dos meus livros favoritos.



07°. AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL - STEPHEN CHBOSKY


Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.

Infinito. Não existe outra palavra que posso descrever o livro. As vantagens de ser invisível é daqueles livros que quando você acaba ainda fica pensando nele.
Cartas escritas pelo próprio Charlie endereçadas ao seu “Querido amigo”. Por meio delas o garoto narra sua vida a ele, sem nunca revelar sua verdadeira identidade. E são exatamente essas cartas que fazem com que nos apaixonemos por Charlie. O modo como ele vê o mundo, sua ingenuidade, sua sinceridade. Não tentarei descrevê-lo, até porque não o conseguiria fazer. Charlie é um personagem puro, simples e diria que é até mesmo ingênuo, mas sua forma de ver o mundo nos cativa.


06° O RESGATE DO TIGRE - COLLEN HOUCK


Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.

Não podia fazer uma restropectiva dos melhores livros que li e deixar de citar O resgate do tigre, lançado em 2012 pela Editora Arqueiro. A história de Kelsey, Ren e Kishan se tornou algo viciante pra mim depois que li o primeiro livro, e claro, como toda saga temos nossos livros preferidos, e embora esse seja o mais triste da história é também meu preferido.

 05°. O LADO BOM DA VIDA - MATTHEW QUICK


Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.

Um livro sobre amor, loucura, futebol americano e Kenny G. “O lado bom da vida” me conquistou de várias formas estranhas possíveis. 

04°. A CULPA É DAS ESTRELAS - JOHN GREEN


Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico.
Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.
"A culpa é das estrelas" é um livro diferente de outros que já li. Triste, alegre, engraçado, lindo e ao mesmo tempo emocionante. Com um misto de melancolia, doçura, filosofia e diversão o autor consegue fazer com que você se encante do inicio ao fim.
"Me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra."

03°  PELA LUZ DOS OLHOS SEUS - JANINE BOISSARD


Laura Vincent cresceu entre o mar e as macieiras da Normandia. Passou a adolescência à sombra da irmã mais velha. Agathe – a bela – era admirada e disputada por todos os garotos da cidade; Laura – a pequena – passava as noites em casa, lendo romances. Mas o destino preparou uma surpresa para Laura. Trabalhando como assessora de imprensa de músicos, ela recebe, no dia seguinte ao seu aniversário de 26 anos, a visita do agente de um dos tenores mais famosos do mundo. Ela é requisitada para ser guia dele e seu chefe não deixa margem para discussão.
Rico e bem-sucedido, Claudio Roman viaja pelo mundo emocionando plateias com sua voz. Fã de banquetes, bebedeiras e belas mulheres, ele parece ter tudo o que quer, porém seu comportamento esconde a amargura de nunca poder interpretar Alfredo, em La Traviata, por causa de um ataque criminoso que lhe custou a visão.
Laura está preparada para lidar com um homem difícil e arrogante, mas, assim que ouve Claudio cantar pela primeira vez, ele toca seu coração. Aos poucos, mais do que sua guia, ela se torna também a confidente das noites sombrias de angústia.
Como ela nunca lhe pede nada em troca de seu apoio, Claudio promete lhe dar qualquer coisa. No momento certo, ela cobra a promessa: quer que o cantor se submeta a um transplante de córnea capaz de lhe restituir a visão de um dos olhos.
Apaixonada e convencida de que Claudio não precisará mais dela quando voltar a enxergar, Laura vai embora sem se despedir e sem dar a ele a oportunidade de vê-la. Será que Claudio saberá lidar com essa decisão? Ou ele vai enfim perceber que sempre lhe faltou o alimento mais essencial à vida: o amor?

A história em contada em tres partes, a primeira narrada por Laura a segunda por Claudio e a terceira por ambos. O livro é pequeno e de leitura rápida que flui facilmente. Escrito de forma bem delicada, Janine consegue nos prender do inicio ao fim de seu livro (eu acabei o livro em dois dias) é uma história de amor pura e singela.

02° O DUQUE E EU - JULIA QUINN 


Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.
Mais um livro que não consegui resenhar (prometo que tentarei). Quando comecei a ler "O duque e eu" jamais imaginei que me apaixonaria tanto assim pelo livro. Indicado por uma amiga, esse livro é de longe um dos melhores e mais divertidos que li esse ano.

01°. O DIA DO CURINGA - JOSTEIN GAARDER


"Você já pensou que num baralho existem muitas cartas de copas e de ouros, outras tantas de espadas e de paus, mas que existe apenas um curinga?", pergunta à sua mãe certa vez a jovem protagonista de O mundo de Sofia.
Esse é o ponto de partida deste outro livro de Jostein Gaarder, a história de um garoto chamado Hans-Thomas e seu pai, que cruzam a Europa, da Noruega à Grécia, à procura da mulher que os deixou oito anos antes. No meio da viagem, um livro misterioso desencadeia uma narrativa paralela, em que mitos gregos, maldições de família, náufragos e cartas de baralho que ganham vida transformam a viagem de Hans-Thomas numa autêntica iniciação à busca do conhecimento - ou à filosofia.
O dia do curinga é a história de muitas viagens fantásticas que se entrelaçam numa viagem única e ainda mais fantástica - e que só pode ser feita por um grande aventureiro: o leitor.

Um livro que me deixou completamente sem palavras ao terminar. Sim, "O dia do curinga" foi o melhor livro que li esse ano, com uma escrita maravilhosa, Jostein nos faz viajar pelo mundo filosófico sem que percebamos e faz com que a história fique melhor a cada página.

Esses foram os melhores livros que li esse ano, escolher eles foi um pouquinho complicado e foram tantos que nem lembrava se tinha lido alguns livros esse ano ou não. Espero que tenham gostado, e que 2014 venha com muitas novas leituras e novidades :)


10 comentários:

  1. Adorei o post. Dos que mostrou já li Esconda-Se e amei, mas ainda prefiro Sangue da Neve, da mesma autora que me fez pegar gosto por literatura policial. Também li Lola e o Garoto da Casa ao Lado (lindo <3) e A Culpa é Das Estrelas (um dos favoritos do ano).
    O Lado Bom da Vida e As Vantagens de Ser Invisível estão na minha meta de leitura para o ano que vem.
    Que seu 2014 seja cheio de ótimas leituras e sonhos realizados.
    P.S. O layout do seu blog é maravilhoso, já te seguia mas só vi agora.
    Beijos!
    http://vidadaleitora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Stéph!
      Ah, "Esconda-se" é muito bom, descobri um novo genero literário, rsrs.Não li "Sangue na neve" mas já vi muitas resenhas falando muito bem do livro, entrou para minha listinha.
      Obrigada! Também desejo um 2014 ótimo e com muitas leituras :D

      Bjs!
      Fernanda.

      Excluir
  2. Belas leituras durante o ano em? Desejo a você e ao blog um grande sucesso em 2014.. Estarei vindo por aqui sempre...

    www.saotantas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mairton!
      Rs, verdade, foram muito boas, e também foi bem dificil escolher apenas dez para fazer esse top.
      Obrigada! Desejo o mesmo pra ti, muito sucesso pra você e pro seu blog e com ótimas leituras também :)

      Beijos!
      Fernanda.

      Excluir
  3. Oi Fernanda, tudo bem?
    Das suas melhores leituras, quero muito ler "Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen", "O Duque e Eu" (li O Visconde que me amava e adorei! Quero muito ler o primeiro da série ;), e também "As Vantagens de Ser Invisível".
    A Culpa é das Estrelas é o meu livro favorito! Amo o Gus e a Hazel =D
    Ao contrário de você, não gostei muito de Lola nem de O Lado Bom da Vida, espera bem mais de ambos.

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. oh meu Deus! Quantos livros bons, eu li uns três dessa lista e concordo plenamente contigo!
    Beijos!
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  5. Amo posts de melhores leituras, sempre adiciono mais coisas nas minhas metas hahaha. Eu amo As Vantagens de Ser Invisível, muito! Uma das minhas melhores leituras até hoje (li em 2012). Quero muito ler A Saga do Tigre, sempre vejo muitas críticas positiva a respeito! Vouler ano que vem sem falta.

    Feliz 2014, muito sucesso!
    Beijos
    aquelaborralheira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sério que você gostou de O Resgate do Tigre tanto assim? Eu achei o primeiro melhor. O início desse é muito chato! Mas o final compensa, haha.
    Adorei sua lista, alguns não conhecia e agora fiquei interessada :)
    Beijo!

    http://livroscomchadastres.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. A Culpa é das Estrelas e O Resgate do Tigre são perfeitos! Amo os dois. Outro que li e gostei bastante foi Lola e o Garoto da Casa ao Lado, é bem fofo.

    Beijos,
    Mands - Outbreaks.

    ResponderExcluir
  8. Oi,

    quantas fotos lindas e ótimos livros! AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL e O DUQUE E EU também estão entre as minhas melhores leituras de 2013! Fiquei curiosa para ler esse EU FUI A MELHOR AMIGA DE JANE AUSTEN, parece legal!

    Bjs

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!