15 agosto 2013

[Resenha] Um Gato de Rua Chamado Bob - @Novo_Conceito


Nome: Um gato de rua chamado Bob
Autor(a): James Bowen
Páginas: 240
ISBN: 9788581631523
Editora: Novo Conceito
Ano de lançamento: 2013
Comprar: Saraiva

Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks). Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.

O livro começa indo direto ao ponto, o encontro de James com Bob, mas ao longo da história James conta como foi sua vida, que desde de criança teve uma vida conturbada, por conta do divórcio dos pais e a forma como sua mãe resolveu lidar com o problema, mudando constantemente de residencia. Com isso, ele não conseguia construir amizades. A solidão e ausência de amigos fizeram com que James se tornasse um menino rebelde, e optasse pelo pior caminho, o mundo das drogas.

"Eu me perguntava se Bob era minha recompensa por ter feito algo de bom em algum momento de minha vida conturbada," - pag 233

Uma noite, ao voltar de uma apresentação nas ruas de Londres, que ele faz para sobreviver, James encontra um gato laranja sentado em uma porta em um apartamento no primeiro andar. Depois de observar o felino por alguns dias e perguntar ao morador do apartamento se o gato era dele, James resolve ficar com o animal por uns dias. O plano era apenas ajudar a melhorar a saúde do gato, mesmo porque ele não tinha condições para cuidar de um.

Os dias foram passando e James percebeu o quanto Bob era especial, inteligente, doce e amável. "Um gato de rua chamado Bob" era um dos livros que mais desejei ler esse ano depois que fiquei sabendo de seu lançamento, uma história linda escrita de uma contagiante. James escreveu sua auto biografia de forma simples, direta e sem meias palavras.

Abaixo deixo um video, um pequeno documentário sobre o livro, e conheça mais dessa história incrivel!





5 comentários:

  1. Oi meu anjo, nao li o livro mas so tenho visto resenhas positivas, apuntado. beijokas

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente... esse livro é o primeiro da lista preciso urgentemente !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  3. adorei a resenha, e essa história ja vem chamando minha atenção um bom tempo ! Bob é mto fofo e a cumplicidade com sue dono é o que torna mais especial!

    Beijos e obrigada pela visita !
    www.blogavontade.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!! Este é um convite para você participar do “Grupo Academia Machadense de Letras”, onde você poderá publicar gratuitamente seus poemas, contos, crônicas, livros, música; textos sobre saúde, releases de CDS e DVDS, eventos, lançamentos, sugestões de filmes, Artes, Shows, teatro, cinema, dança, artesanato... Acesse o link abaixo e no canto superior direito clique em (PARTICIPAR). Grande abraço!
    ---------------------
    https://www.facebook.com/groups/149884331847903/
    OBS:
    Em novembro (2013) a Academia Machadense de Letras, localizada em Machado, sul de Minas, realizará o IX Concurso de Poesias "Plínio Motta" (tema livre). Assim que sair o regulamento eu avisarei a todos Contamos com a sua participação.

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha e vi o vídeo e me emocionei esse livro tá no meu criado-mudo esperando para ser lido.
    Beijos
    anabeatrizmirandafernandes.tumblr.com

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!