04 janeiro 2013

[Resenha] A Viagem do Tigre - @editoraarqueiro


Nome: A viagem do tigre
Autor(a): Colleen Houck
Páginas: 496
ISBN: 9788580411133
Editora: Arqueiro
Ano de lançamento: 2012
Comprar: Saraiva, Americanas

Perigo. Desolação. Escolhas. A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor? Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores. Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia.
No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos.
Em A viagem do Tigre, terceiro volume da série A Saga do Tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada em direção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.
“- É bem triste sentir a ausência de quem amo quando ele está no mesmo lugar que eu”
Pág. 16.

Um passo inicial para o desfecho da série. Nesse terceiro livro, Kelsey está desolada, e tenta de todas as formas possíveis e impossíveis trancar o que sente por Ren dentro de si (o que não será tão fácil) e isso acaba fortalecendo sua amizade com Kishan e apesar de nutrir fortes sentimentos por ela, Kishan aceita ajuda-la na missão de se reunir com homem que ela ainda ama. Fazer Ren recuperar a memória e começar a busca pelo terceiro objeto que ajudará a quebrar a maldição.

Ren, Kishan, Kelsey, Sr. Kadam e Nilima partem em um iate muito luxuoso em busca desse terceiro objeto, que tem como elemento a água. A tarefa está cada vez mais difícil, um mago negro, dragões múltiplos e habitantes das profundezas terríveis, tudo isso parece fácil para Kelsey quando comparado a enfrentar a difícil tarefa de costurar seu coração.

E quando ela pensa que está pronta para firmar os pés sobre um novo caminho, ela é puxada de volta. O ranger de cabo-de-guerra que se segue para o coração Kelsey nos deixa ansiosos e confusos.

A "Viagem do tigre" é surpreendente. Quando você imagina que já viu de tudo nesta Saga, eis que Colleen te pega de surpresa com mais aventuras inimagináveis, monstros mitológicos perigosos e enormes, e disputas românticas. Mal posso esperar para ler o quarto livro da série!

“- Para muita gente, o amor é uma moeda de duas faces. Pode fortalecer ou enfraquecer, expandir ou encolher, enriquecer ou empobrecer. Quando o amor é correspondido, nós florescemos. Somos levados a alturas jamais vistas, onde ele nos delicia, revigora e embeleza. Quando o amor é tolhido, nós nos sentimos aleijados, desconsolados e deprimidos.”
Pág. 351.




4 comentários:

  1. Eu preciso ler esta série... Estão por toda parte! Já li resenhas bem favoraveis, como criticas bem negativas... Este problema só se resolve de uma forma: lendo eu mesma.

    xerus, Gabi (http://abrindooslivros.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo o primeiro dessa saga. Nunca tinha me interessado por ela, mas daí eu ganhei.
    Estou adorando!
    Só o fato de se passar na Índia, já me deixa muito feliz.

    bjuss

    terradecarol.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Parece ser uma ótima saga, e esse livro em si também! Vou colocar na minha listinha de livros pra 2013, rsrsrsrsrsrs

    Dê uma Passadinha no meu Blog! É um Blog sobre livros, assim como o seu!

    http://cafe-elivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Gostei bastante da sua resenha. Também gostei bastante da capa.
    Ultimamente tenho visto tantos blog escrevendo sobre esta saga que já estou ficando curiosa. Pelo o que você escrever, o terceiro livro também é bem interessante. Espero poder lê-lo em breve.

    Beijos!

    ResponderExcluir

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!