[Resenha] O Punhal - @EditoraDracaena

23 abril 2012

Nome: O punhal
Autor(a): Jéssica Anitelli
Páginas: 322
ISBN: 9788564469716
Editora: Dracaena
Ano de lançamento: 2012
Comprar: Amazon

Seus olhos verdes sempre cruzavam com aqueles olhos gélidos durante a noite. Ao vê-los, junto com aquela pele esbranquiçada, o coração disparava, os pelos do corpo arrepiavam e a boca secava. Eram essas as sensações que Diogo sentia ao ver a figura daquele homem que o seguia desde criança. Sentia medo, lógico, mas por outro lado tinha a sensação de que algo em sua alma os ligava. Mal sabia que Augusto, um vampiro com mais de 100 anos, tinha planos para ele, planos esses que envolviam sua ida para a vida noturna. Após a noite em que o sangue de Augusto tocar seus lábios sua adolescência nunca mais será a mesma, se tornará sombria, tenebrosa, intrigante e ao mesmo tempo fascinante.
Mas conseguirá ocultar lembranças e sentimentos humanos? Esquecerá o amor por Júlia?
As mudanças sofridas no início de sua existência noturna serão baseadas em Henrique, um vampiro que possuía os mesmos olhos verdes de Diogo e de sua família, tão verdes quanto às esmeraldas contidas no punhal.

Duas semanas atrás, eu recebi o livro "O Punhal" por conta da parceria com a autora, comecei a ler duas vezes mas tive que parar, pois o tempo era corrido demais, enfim, semana passada foi quando eu consegui pegar ele, de verdade.

Para ser sincera, não tenho muito o que dizer do livro, por ser seu livro de estréia, achei que a autora soube desenvolver a história muito bem, os personagens foram muito envolvente e uma trama rica em detalhes. Porém, a leitura não conseguiu me prender como gostaria e de certa forma esperava um pouco mais do livro, principalmente por abordar um gênero tão comum, como o de vampiros.

O livro conta a história de Diogo, um menino normal que desde criança vê um homem estranho de olhos verdes iguais aos seus. Certa noite, Diogo e a namorada (Julia) estão saindo de um barzinho (digamos assim) e acabam sofrendo um assalto, Diogo leva um tiro e quase morre.

Ao acordar, Diogo se vê em uma casa desconhecida, rodeado de pessoas que nunca viu antes, e todos os quinze presentes eram vampiros, a não ser pelo homem de preto que ele via sempre. E ai sua vida muda completamente e ele descobre um grande segredo, ao qual ele terá que se adaptar a partir de agora.

Do outro lado da história, temos Julia que acorda em um hospital sem saber direito o que aconteceu e Diogo é dado como morto, por conta do tempo que ficou desaparecido, o sumiço dele é um mistério que rodeia boa parte do livro.

"O Punhal" é o primeiro livro de uma série de quatro e o livro de estreia da autora, e como falei, por ser o primeiro ele está muito bem escrito. Entretanto, sou muito seletiva com relação a livros de vampiros, para mim ele precisa possuir algum diferencial, pois temos muito livros do gênero atualmente e sempre mais do mesmo.

Infelizmente não foi isso o que aconteceu durante a leitura de "O Punhal", faltou algo para me prender totalmente a história e achei que a trama em si deixou um pouco a desejar.

Não sei ainda se é um livro que recomendo ou não, talvez se lesse outro livro da autora poderia dizer com mais certeza. Enfim, de toda forma foi um leitura bastante válida e leria o segundo livro da série para tirar melhores conclusões.



0 comentários. Comente Também!:

Postar um comentário

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!