06 janeiro 2012

Vontade


Vontade
No momento tenho em mim
Uma vontade súbita que chegou de repente
A saudade doida dentro de um coração que lhe era indiferente
Tenho tudo que poderia querer
Mas o que realmente quero
Não poderia querer

Essa vontade que não sei se é duradoura ou fugaz
Consome tudo de bom que há em mim
E mesmo consciente dos meus atos
Isso não diminui nem aplaca minha ensandecida vontade
Surgida logo após sublime despedida
Tinha em mente um alivio eminente

Fiquei histérica em meu abandono
Quando podia não peguei o que me pertencia
Agora que não tenho tento alcançar o inatingível
Amargo capricho de minhas vontades
Perdendo-se sempre da realidade
Fugindo do amor correndo para a dor
Porque é mais fácil chorar do que lutar por amor


Escrito por Fabi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Comente algo sobre o post ou a respeito do blog;
Vamos adorar saber sua opnião, mas sem ofensas e nem palavras baixas, ok?

Obrigada pelo seu comentario ^^
Volte sempre!